COVID-19: África deve manter investimento em saúde pública para a próxima pandemia, diz OMS

0 6

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

“Para se preparar para uma próxima pandemia, África deve continuar a investir em saúde pública, reforçando os cuidados de saúde primários, e fortalecer as cadeias de abastecimento”, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus.

O diretor-geral da OMS e ex-primeiro-ministro da Etiópia, que falava hoje durante a conferência do Financial Times sobre África, este ano em formato virtual, recordou que o continente enfrentou dificuldades no início da pandemia de covid-19 para conseguir comprar testes e equipamento de proteção pessoal.

Por isso, sublinhou, “fortalecer a capacidade local de produção” destes equipamentos e de medicamentos e outros produtos farmacêuticos “seria muito importante”.

“Os países africanos devem levar isto muito, muito a sério”, disse.

Assinalou também a necessidade de investir em profissionais de saúde, melhorando o ambiente de trabalho e reforçando as suas capacidades técnicas, mas também recrutado mais médicos e enfermeiros.

Tedros Adhanom Ghebreyesus, que é o primeiro africano a liderar a OMS, reconheceu que a resposta dos países aos impactos da pandemia no continente foi surpreendente.

“Comparando com os efeitos nos países desenvolvidos, esperar consequências muito sérias em África foi a coisa acertada, por isso ficámos surpreendidos com a resposta e os impactos. As nossas expetativas eram realmente as piores, mas África reagiu melhor do que esperado”, disse.

Com as infeções e as mortes por covid-19 em curva descendente no continente e a quase generalidade dos países a reabrirem as economias, o responsável máximo da OMS alertou para a necessidade de os governos implementarem as medidas de controlo da pandemia para evitar uma segunda vaga da doença.

“Em muitos países, tudo começou em lugares de oração (Coreia do Sul) ou em estádios (Itália). Gerir estes eventos e se possível evitá-los é muito importante”, disse.

Mobilizar a comunidade “para fazer a sua parte”, usando máscaras e observando distância social, manter a testagem e monitorização de casos e proteger as populações mais vulneráveis, incluindo idosos e doentes, são outras recomendações do diretor-geral da OMS.

“Se os países conseguirem aplicar estas quatro medidas, os negócios podem abrir e a economia pode retomar a normalidade”, disse, sublinhando que, simultaneamente, é preciso “investir em vacinas, que representam um valor acrescentado para uma mais rápida recuperação económica”.

Questionado sobre quando haverá uma vacina contra a covid-19, o responsável da OMS previu que será até ao final deste ano ou início do próximo.

“Temos bons candidatos”, disse.

Sobre o estado atual da pandemia no mundo, Tedros Adhanom Ghebreyesus notou que 10 países concentram 70% de todas os casos e mortes.

“Muitos mais países estão a conseguir gerir e controlar a pandemia. Temos ferramentas que funcionam e os países que estão a conseguir controlar a pandemia estão a usar essas ferramentas. Se os países que têm problemas sérios de transmissão comunitária, as usarem podem consegui-lo também”, disse.

“Provamos em muitos países que esta pandemia pode ser controlada, desde países vizinhos da China, como Japão, Coreia do Sul ou o Vietname até à Nova Zelândia, Austrália, vários países em África, na Europa ou na América Latina”, acrescentou.

Fonte: Lifestyle Sapo

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Loading...

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

Share This Article:

close

Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Partilha isto com um amigo