Casa, transporte e contratos chorudos. Há países europeus a “roubar” enfermeiros a Portugal

1 min de leitura

A Ordem dos Enfermeiros (OE) está preocupada com o recrutamento de enfermeiros portugueses por outros países europeus, revelando que nas últimas duas semanas se têm intensificado ofertas de Espanha, Reino Unido, Alemanha e Holanda.

Países como Espanha, Reino Unido, Alemanha e Holanda estão a oferecer aos enfermeiros portugueses “contratos anuais, transporte e alojamento gratuitos“, com propostas que aumentaram nos últimos tempos, com “condições mais vantajosas por parte de hospitais, mas também de lares”.

“Só de Espanha houve cinco contactos nos últimos dias, desde a Galiza às Canárias, com ofertas de 30 mil euros brutos anuais. Já a Holanda está a oferecer, além das melhores condições remuneratórias, casa, transporte e curso da língua”, aponta a OE em comunicado.

Esta situação “preocupa a OE que reitera ao Governo a necessidade de encontrar mecanismos de fixação dos enfermeiros em Portugal, que não passam pela oferta de contratos de quatro meses, como temos vindo a alertar”, sustenta o mesmo documento.

“Não podemos continuar a comprar ventiladores e a exportar enfermeiros“, alerta a bastonária da OE, Ana Rita Cavaco.

A Ordem lembra ainda que, “apesar de ser unânime o reconhecimento do trabalho dos Enfermeiros no combate à pandemia, não há qualquer incentivo, subsídios de risco ou penosidade, nem remunerações dignas”,

Só em 2019, mais de quatro mil enfermeiros solicitaram a declaração para efeitos de emigração, o que constitui um número recorde que triplicou em relação a 2017 e que representa um aumento de 64% face a 2018, ainda segundo a mesma entidade.

“Há quase 20 mil enfermeiros no estrangeiro” e “o Governo deveria preocupar-se em criar mecanismos para que possam voltar”, salienta ainda a OE.

“Face à situação que estamos a atravessar, após oito meses de pandemia com enfermeiros exaustos e muitos infectados, impedidos de trabalhar, é imperativo que seja revista a forma de contratação de enfermeiros, bem como as suas condições laborais”, conclui a Ordem.

ZAP // Lusa

Assina as nossas notificações e fica actualizado

Ajuda a Manter a PortalEnf com 1 €

Podes ajudar a manter a informação independente com um pequeno donativo!(sabe mais aqui!)

 

Segue-nos:

Este artigo foi útil? 

	

 

Looks like you have blocked notifications!
91,435Fans
627Seguidores
276seguidores
 seguidores
 Seguidores
89Subscritores
3,426Membros
16,609Assinantes
 Segue o nosso canal
Faz um DonativoFaz um donativo
Queres receber as nossas notificações?
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

Segue-nos
Segue a Tua Comunidade PortalEnf e recebe as Novidades!
Assina a nossa newsletter
Segue-nos
Segue a Tua Comunidade PortalEnf e recebe as Novidades!
ASsina a nossa newsletter
Partilha isto com um amigo