Covid19- Vacina da moderna com 95% de eficácia

0 72
vote
Article Rating

A candidata a vacina da Moderna alcança objetivo principal de eficácia na primeira análise intercalar da fase 3 do estudo COVE.

 

Alguns destaques incluem:

 

  • Fase 3 do estudo alcançou critérios estatísticos de eficácia para uma vacina de 94,5% (p <0.0001);
  • Primeira análise intercalar incluiu 95 participantes com casos confirmados de COVID-19;
  • Moderna pretende submeter um Emergency Use Authorization (EUA) à FDA nas próximas semanas e espera que este EUA seja baseado na análise final aos 151 casos e num acompanhamento posterior mediano de mais de 2 meses por caso;

 

“Este é um momento crucial no desenvolvimento da nossa candidata à vacina para a COVID-19. Desde o início de janeiro, temos perseguido este vírus com a intenção de proteger o maior número possível de pessoas em todo o mundo. Sempre soubemos que cada dia é importante. Esta análise intercalar positiva do nosso estudo de Fase 3 deu-nos a primeira validação clínica de que a nossa vacina pode prevenir a doença por COVID-19, incluindo doença grave, referiu Stéphane Bancel, Chief Executive Officer de Moderna”.

 

  1. Moderna anuncia maior durabilidade para a sua candidata a vacina para a Covid-19, em temperaturas refrigeradas.

 

Alguns destaques incluem:

 

    • Prevê-se que a candidata a vacina fique estabilizada a temperaturas standard de refrigeração de 2° a 8° C (36° to 46°F) por 30 dias, uma evolução relativamente à anterior estimativa de 7 dias;
    • Transporte e condições de armazenamento a longo prazo podem ser realizados em temperaturas standard de congelação de -20°C (-4°F) por 6 meses;
    • mRNA-1273 será distribuída através de infraestruturas de entrega e armazenamento de vacinas amplamente disponíveis;
    • Não será necessário a diluição antes da administração da vacina;
Ler  Movimento "SNS in Black" desafia ministro a mostrar onde estão os profissionais contratados

 

“Acreditamos que o nosso investimento em tecnologia de entrega de mRNA e desenvolvimento de processos de produção nos permitirão armazenar e enviar a nossa candidata à vacina para a COVID-19 a temperaturas normalmente encontradas em congeladores e frigoríficos farmacêuticos facilmente disponíveis”, referiu Juan Andres, Diretor de Operações Técnicas e Qualidade da Moderna. “Temos o prazer de submeter estas condições de estabilidade alargadas do mRNA-1273 aos reguladores para aprovação. A capacidade de armazenar a nossa vacina por até 6 meses a -20° C, incluindo até 30 dias em condições normais de refrigeração após o descongelamento, é um desenvolvimento importante e permitiria uma distribuição mais simples e uma maior flexibilidade de vacinação em maior escala, quer nos Estados Unidos, quer também noutras partes do mundo”.

Looks like you have blocked notifications!
Queres receber as nossas notificações?
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Queres receber as nossas notificações?
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
error: Alert: Content is protected !!
Partilha isto com um amigo