Conselho nacional do CDS em formato online. Presidenciais prometem causar polémica – ZAP

0 12

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos

O Conselho Nacional do CDS-PP agendado para sábado, no qual será decidida a posição sobre as eleições presidenciais, será realizado online, atendendo ao estado de emergência e para evitar uma concentração de pessoas, anunciou esta quarta-feira o partido.

Em comunicado, o secretário-geral Francisco Tavares indica que “o Conselho Nacional do CDS marcado para o próximo sábado, dia 12, irá realizar-se online, através de plataformas digitais”. Os trabalhos serão dirigidos pela mesa do Conselho Nacional “a partir da sede nacional” do partido, em Lisboa.

“Face ao estado de emergência em vigor e à situação pandémica vivida em Portugal, o CDS adota pela primeira vez este formato para reunir o seu órgão máximo entre congressos, de modo a evitar a concentração de um relevante número de pessoas em local fechado”, justifica Francisco Tavares.

O secretário-geral centrista salienta igualmente que esta reunião “é considerada inadiável, atendendo ao calendário eleitoral em curso”.

“O CDS deixa bem claro que não irá utilizar nenhum regime de exceção previsto para os partidos, manifestando a sua total discordância com os sinais contraditórios e discriminatórios dados por alguns responsáveis políticos relativamente ao diferente rigor com que são aplicadas as regras de confinamento à generalidade dos portugueses.”

De acordo com a TSF, os mais críticos estão descontentes com o encontro que, dizem, foi convocado “de calças na mão e para cumprir os mínimos”. Um dirigente centrista disse ainda ao matutino que a decisão sobre as presidenciais “só peca por tardia” e acusou a direção do partido de ser “prisioneira da própria demagogia”.

Um outro conselheiro, ouvido pela TSF, diz que Francisco Rodrigues dos Santos “tem sido enxovalhado na praça pública” e lamenta que a atual situação do partido não seja tratada “cara a cara”.

Ler  COVID-19: Mais de 300 enfermeiros infetados e 1.750 em vigilância ativa em casa

As eleições presidenciais são um dos temas na agenda e prometem causar polémica, desde já devido ao formato da votação: há conselheiros que vão contestar e propor alternativas ao método decidido pela mesa do conselho nacional – o voto por videoconferência e de viva voz.

Quanto à escolha, o partido divide-se. O vice-presidente do partido, Filipe Lobo d’Ávila, o deputado e líder da distrital de Lisboa, João Gonçalves Pereira, e o antigo líder parlamentar Nuno Magalhães apoiam a recandidatura do atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Já Adolfo Mesquita Nunes, antigo vice-presidente do partido, e João Almeida, antigo porta-voz, remetem-se ao silêncio até à reunião. Por sua vez, o antigo deputado Hélder Amaral avisa que, qualquer que seja a decisão do Conselho Nacional, “não votará em Marcelo Rebelo de Sousa”.

Líder centrista em isolamento profilático

O presidente do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, está em isolamento profilático depois de ter estado com uma pessoa infetada com o novo coronavírus, confirmou o próprio à Lusa.

Na sexta-feira, o líder centrista participou numa cerimónia de homenagem a Adelino Amaro da Costa, no dia em que se assinalavam 40 anos da sua morte, juntamente com o presidente da Juventude Popular, Francisco Mota, que alguns dias depois testou positivo.

O presidente do CDS vai cumprir 14 dias de isolamento profilático, até ao próximo dia 18, por indicação das autoridades de saúde, e vai realizar um teste à covid-19, indicou.

Francisco Rodrigues dos Santos disse à Lusa que se sente bem e sem sintomas, e que vai “continuar a trabalhar online” e “tudo o que fizer será à distância”. “Mas o partido continuará a ter atividade política”, garantiu.

Em termos de agenda, estava prevista para quinta-feira uma reunião do presidente do CDS com a bastonária da Ordem dos Enfermeiros, na sede daquele organismo, que foi entretanto cancelada.

Ler  VHC: número de etapas até iniciar tratamento é inversamente proporcional à taxa de adesão

Quanto ao Conselho Nacional de sábado, que irá reunir através da internet, o líder indicou que vai acompanhar a reunião do órgão máximo do partido entre congressos “a partir de casa, e não a partir da sede nacional” do CDS, em Lisboa, como estava inicialmente previsto.


Fonte: ZAP

vote
Article Rating
Looks like you have blocked notifications!
Queres receber as nossas notificações?
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Queres receber as nossas notificações?
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
error: Alert: Content is protected !!
Partilha isto com um amigo