Siza Vieira garante que a “última coisa que faria era culpar portugueses” sobre período do Natal

0 7
Tempo de leitura: < 1 minuto

Pedro Siza Vieira respondia ao PSD sobre a entrevista que o governante deu recentemente ao The New York Times, que cita o ministro da Economia a afirmar que “as evidências da mobilidade no país mostram” que os portugueses “não respeitaram as restrições” no período das férias do Natal.

Na sequência do período de férias, o número de casos de Covid-19 aumentaram em Portugal.

O governante está a ser ouvido, no âmbito de audição regimental, na comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação.

Pedro Siza Vieira explicou que tinha tido uma “conversa longa” com o jornalista do título norte-americano, onde foi questionado sobre o que poderia explicar o aumento do número de casos de pessoas infetadas com o novo coronavírus.

“Disse que não tínhamos certezas absolutas”, afirmou o ministro, apontando uma conjugação de fatores, que inclui o “aumento da mobilidade durante o período”, a “redução de testes” e a “penetração da variante inglesa”.

“A última coisa que faria era culpar os portugueses ou enjeitar responsabilidades”, asseverou Pedro Siza Vieira.

Lusa/HN

Outros artigos com interesse:


Source link

0 0 vote
Article Rating
Looks like you have blocked notifications!
Queres receber as nossas notificações?
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
error: Alert: Content is protected !!
Partilha isto com um amigo