You dont have javascript enabled! Please enable it!
Atualidade

Portugal felicita nomeação de Tedros Ghebreyesus para um segundo mandato na OMS

“Portugal felicita Tedros Ghebreyesus pela sua nomeação para um segundo mandato como Diretor-Geral da Organização Mundial de Saúde, que deverá ser confirmada em maio”, lê-se no Twitter do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE).

De acordo com o MNE, “vencer a pandemia da covid-19 requer solidariedade internacional e trabalho contínuo”, garantindo que “Portugal estará presente”.

Tedros Adhanom Ghebreyesus deverá ser reeleito sem obstáculos para o cargo, em maio.

“Faltam-me as palavras. Estou muito grato pelo apoio renovado”, disse o académico etíope, após a votação processual realizada ontem em Genebra, Suíça, que se seguiu a uma audição e avaliação pelos membros do Conselho.

“Os últimos dois anos foram muito difíceis”, disse o diretor-geral da OMS, que tem estado na linha da frente desde o início da pandemia da doença Covid-19, agradecendo o apoio dos Estados durante este período marcado pela crise sanitária.

A reeleição tem ainda de ser formalmente validada em maio por todos os Estados-membros da organização, uma eleição sem problemas previsíveis, uma vez que é o único candidato a manter-se na corrida.

Na apresentação que fez aos membros do Conselho Executivo, Tedros Adhanom Ghebreyesus apelou para que “reforcem o papel da OMS no centro da arquitetura da saúde global” e pediu-lhes que reconheçam a “saúde como um direito humano fundamental”.

No cargo desde 2017, este especialista em malária de 56 anos é licenciado em imunologia, médico de saúde comunitária e ex-ministro da saúde da Etiópia.

Muito apreciado pelos Estados africanos, por ter permitido que a visão da comunidade internacional, especialmente sobre a pandemia, se vire mais para este continente, era constantemente atacado pelo ex-Presidente norte-americano Donald Trump, mas viu o seu papel reforçado com a chegada do democrata Joe Biden à Casa Branca.

Depois de um primeiro mandato marcado pela pandemia, que revelou as deficiências da OMS, Tedros terá de ganhar a aposta de reforçar esta agência das Nações Unidas para coordenar melhor a resposta às crises globais de saúde e prevenir futuras epidemias.

“A pandemia destacou o desafio que enfrentamos, que é o de que o mundo não está preparado”, sublinhou durante a sua apresentação.

“O sucesso futuro da OMS dependerá do vosso apoio” para que as contribuições dos Estados-membros representem 50% do orçamento da organização até 2028-2029, disse o diretor-geral.

Para já, 16% do orçamento provém de contribuições obrigatórias dos Estados, sendo o resto contribuições voluntárias de doadores públicos e privados que decidem como a OMS as pode utilizar.

A Alemanha tornou-se, entretanto, o maior doador da OMS, uma posição anteriormente detida pelos Estados Unidos, facto anunciado por Tedros Adhanom Ghebreyesus, que apontou a Alemanha como “um amigo importante e parceiro de longa” da organização.

LUSA/HN

Outros artigos com interesse:

Source link

Segue a PortaLEnf: Follow on FacebookTweet about this on TwitterFollow on LinkedIn
0 0 votes
Article Rating
Looks like you have blocked notifications!

Pub

Portalenf Comunidade de Saúde

A PortalEnf é um Portal de Saúde on-line que tem por objectivo divulgar tutoriais e notícias sobre a Saúde e a Enfermagem de forma a promover o conhecimento entre os seus membros.

Artigos Relacionados

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao Topo
';
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Permainan judi slot online terbaik

error: Alert: Content is protected !!
Partilha isto com um amigo
pasaran togel