Atualidade

Mais de 8.600 enfermeiros já pediram escusa de responsabilidade

Publicidade - continue a ler

Mais de 8.600 enfermeiros pediram escusa de responsabilidade, sobretudo devido à falta de profissionais para assegurar os cuidados prestados, sendo a região centro do país a mais afetada, anunciou hoje a Ordem dos Enfermeiros (OE).

“A Ordem dos Enfermeiros recebeu 8.664 pedidos de escusa de responsabilidade de enfermeiros, mais 927 desde o último relatório divulgado em dezembro de 2022”, lê-se num comunicado.

O centro é a zona mais afetada, com um total de pedidos de escusa superior a 5.300.

“(…) O destaque vai para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, com 245 pedidos de escusa só nos últimos três meses”, indica.

Com um total de 2.363 declarações de escusa, a região sul é a segunda zona do país mais afetada, sendo que o Hospital Garcia de Orta, em Almada (Setúbal), encabeça o número de escusas com 341 pedidos.

A OE observa ainda que o Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca (Amadora-Sintra) é a segunda unidade hospitalar da região sul que regista mais pedidos de escusa, sem adiantar números, lembrando que em fevereiro “encontrava-se completamente sobrelotado”.

Comparando os dados atuais com os de há um ano, em período homólogo, é verificado um aumento de 4.400 pedidos de escusa.

A declaração de escusa de responsabilidade foi disponibilizada em janeiro de 2021, para acautelar a eventual responsabilidade disciplinar, civil ou criminal dos enfermeiros face ao número de doentes a seu cargo.

Em causa, sublinha a OE, “está a degradação dos serviços, sobretudo devido à falta de enfermeiros”, pondo em causa a qualidade e segurança dos cuidados prestados.

Além disso, a ordem alerta também que maioria dos enfermeiros que trabalha nos hospitais públicos faz cerca de 70 horas semanais, em vez das 35.

Aludindo a vários estudos internacionais, a OE aponta que, “por cada doente a mais a cargo de um enfermeiro, a mortalidade sobe 7%”.

“Este excesso de trabalho, associado às más condições que existem nos hospitais, leva muitos enfermeiros a trabalharem até ao limite e entrarem em situação de ‘burnout’”, sublinha.

A OE acrescenta que milhares de enfermeiros “emigram à procura de melhores condições de vida e de trabalho, onde recebem uma remuneração justa e a valorização que tanto merecem”.

Outros artigos com interesse:

Source link

Este artigo é util?

Sim Não
×

How can we improve it?

×

We appreciate your helpul feedback!

Your answer will be used to improve our content. The more feedback you give us, the better our pages can be.

Segue-nos:

Facebook Pinterest
Looks like you have blocked notifications!

Segue a PortalEnf no Facebook, Whatsapp e Telegram

Publicidade - continue a ler

Portalenf Comunidade de Saúde

A PortalEnf é um Portal de Saúde on-line que tem por objectivo divulgar tutoriais e notícias sobre a Saúde e a Enfermagem de forma a promover o conhecimento entre os seus membros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Publicidade - continue a ler
Botão Voltar ao Topo
Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Permainan judi slot online terbaik

Keuntungan Bermain Di Situs Judi Bola Terpercaya Resmi
error: Alert: Conteúdo protegido !!