Notícias

Grau de dificuldade dos recursos do skatepark, como pistas de esqui, para reduzir o risco de queda, dizem os pesquisadores

Parque de skate

Crédito: Pixabay/CC0 Domínio Público

Para reduzir o risco de quedas, pode valer a pena classificar parques de skate como pistas de esqui de acordo com a popularidade das características metálicas e concretas que contêm e o nível de especialização exigido, concluem os pesquisadores na revista. Prevenção de Lesões.

A análise dos movimentos realizados por mais de 500 jovens skatistas revela que cambalhotas, saltos e curvas em terreno plano e quarterpipe (uma rampa côncava curva) e truques de rampa parecem representar o maior risco e são universalmente populares.

Uma caixa de moagem, onde as peças giratórias em forma de T sob a plataforma do skate, conhecidas como caminhões, deslizam ao longo da borda ou superfície de uma caixa longa e relativamente estreita, também era um recurso de alto risco, mas mais frequentemente usado por skatistas mais velhos, o análise mostra.

Nos últimos anos, o número de parques de skate aumentou à medida que a popularidade do desporto cresceu entre os jovens, observam os investigadores. Embora as quedas sejam um perigo reconhecido da atividade, não se sabe muito sobre as características de design dos parques de skate ou os tipos de manobras realizadas ali que podem aumentar o risco de lesões.

Para tentar colmatar esta lacuna de conhecimento, os investigadores decidiram identificar as características e truques preferidos e avaliar a frequência e gravidade das quedas, entre 526 skatistas predominantemente masculinos (98%) num grande skatepark no Canadá.

Os skatistas foram divididos em um grupo mais jovem de 11 a 15 anos (166) e um grupo mais velho de 16 a 20 anos (360) e foram gravados em vídeo discretamente enquanto executavam suas manobras.

A gravidade da queda foi pontuada sempre que uma manobra foi tentada, variando de 1, indicando conclusão bem-sucedida, a 5 e 6, indicando que o skatista caiu sobre parte ou todo o corpo.

A proporção de crianças que utilizam cada recurso foi calculada para cada faixa etária, assim como a proporção de quedas em cada recurso. Os recursos populares foram definidos por pelo menos 10 crianças de uma das faixas etárias que os utilizavam.

Entre os jovens skatistas, a maioria (74%) utilizou o terreno plano, seguido do quarterpipe (46%) e da rampa (47%). Poucos tentaram a caixa de moagem, as escadas ou o corrimão.

Os skatistas mais velhos passaram a maior parte do tempo no terreno plano (71%), no quarterpipe (46%), na rampa (51%) e na grind box (35%). Poucos usaram o corrimão ou a escada.

A maior frequência de quedas foi na grind box (85% dos skatistas mais jovens; 67% dos mais velhos), seguida do solo plano (65% e 61%, respectivamente). A frequência de queda mais baixa (cerca de 35%) foi comparável em ambas as faixas etárias para o quarterpipe e a rampa.

Os skatistas mais jovens experimentaram o maior risco em terreno plano, seguido pela rampa e pelo quarter pipe. Os skatistas mais velhos também experimentaram o maior risco em terreno plano, seguido pela grind box e pela rampa. O risco de queda é alto em terreno plano porque é usado para realizar truques, explicam os pesquisadores.

Quanto ao tipo de manobra preferida, os skatistas mais jovens realizavam giros com maior frequência (61% deles), sendo os saltos, deslizamentos e cambalhotas realizados com menor frequência. Eles raramente tentavam outros tipos de truques.

Os skatistas mais velhos faziam principalmente saltos (61% deles) e outros tipos de manobras (53%). Outros truques populares incluem slides (47%), giros (42%) e estol (30%).

A maior frequência de quedas para os skatistas mais jovens foi durante as cambalhotas, com 94% deles caindo quando tentaram, seguido por deslizamentos (67% caíram) e saltos (42%). A maior frequência de quedas dos skatistas mais velhos também foi em flips (81% quedas) e slides (72%).

Não existem padrões universais de segurança para o design de parques de skate, observam os pesquisadores, que sugerem que os recursos podem ser agrupados estrategicamente para incentivar os skatistas mais jovens em uma área e os skatistas mais velhos em outra.

“Separar as idades por design pode reduzir a imitação de truques arriscados realizados por skatistas mais velhos que são vistos por skatistas mais jovens, mas estão além de seu conjunto de habilidades”, sugerem.

“Pode ser útil moderar o risco de queda se as características forem codificadas de forma diferente em todo o skatepark para sugerir níveis de dificuldade, muito parecido com o que é feito nas colinas de esqui”, acrescentam.

Encontrar maneiras de incentivar os skatistas a usarem equipamentos de proteção também pode ser útil, visto que a maioria dos participantes da análise não usava capacete, por exemplo.

Os pesquisadores reconhecem que havia poucas skatistas mulheres em seu estudo e que classificaram a gravidade da queda de acordo com o potencial de causar lesões.

“Seria útil conversar diretamente com skatistas que sofreram uma lesão médica e avaliar como isso afeta suas decisões em relação aos recursos que usarão e/ou manobras que planejam tentar ao retornar ao skatepark”, concluem.

Mais Informações:
Adolescentes no skatepark: identificando características de design e comportamentos juvenis que representam risco de quedas, Prevenção de Lesões (2023). DOI: 10.1136/ip-2023-045017

Fornecido por British Medical Journal

Citação: Grau de dificuldade dos recursos do skatepark, como pistas de esqui, para reduzir o risco de queda, dizem os pesquisadores (2023, 12 de dezembro) recuperado em 12 de dezembro de 2023 em https://medicalxpress.com/news/2023-12-grade-difficulty-skatepark-features-curb .html

Este documento está sujeito a direitos autorais. Além de qualquer negociação justa para fins de estudo ou pesquisa privada, nenhuma parte pode ser reproduzida sem permissão por escrito. O conteúdo é fornecido apenas para fins informativos.

Portalenf Comunidade de Saúde

A PortalEnf é um Portal de Saúde on-line que tem por objectivo divulgar tutoriais e notícias sobre a Saúde e a Enfermagem de forma a promover o conhecimento entre os seus membros.

Looks like you have blocked notifications!

Comenta no Facebook

Portalenf Comunidade de Saúde

A PortalEnf é um Portal de Saúde on-line que tem por objectivo divulgar tutoriais e notícias sobre a Saúde e a Enfermagem de forma a promover o conhecimento entre os seus membros.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
Keuntungan Bermain Di Situs Judi Bola Terpercaya Resmi slot server jepang
error: Alert: Conteúdo protegido !!
Send this to a friend