Notícias

Diferentes variantes biológicas descobertas na doença de Alzheimer

Alzheimer

Crédito: Pixabay/CC0 Domínio Público

Cientistas holandeses descobriram cinco variantes biológicas da doença de Alzheimer, que podem exigir tratamentos diferentes. Como resultado, medicamentos previamente testados podem parecer incorretamente ineficazes ou apenas minimamente eficazes. Esta é a conclusão da pesquisadora Betty Tijms e colegas do Alzheimer Center Amsterdam, Amsterdam UMC e Maastricht University. Seu estudo é publicado em Envelhecimento da Natureza.

Naqueles com doença de Alzheimer, as proteínas amiloide e tau se aglomeram no cérebro. Além desses aglomerados, outros processos biológicos, como inflamação e crescimento de células nervosas, também estão envolvidos. Usando novas técnicas, os pesquisadores conseguiram medir esses outros processos no líquido cefalorraquidiano de pacientes com aglomerados de amiloide e tau.

Betty Tijms e Pieter Jelle Visser examinaram 1.058 proteínas no líquido cefalorraquidiano de 419 pessoas com doença de Alzheimer. Eles descobriram que existem cinco variantes biológicas neste grupo. A primeira variante é caracterizada pelo aumento da produção de amiloide. Num segundo tipo, a barreira hematoencefálica é rompida e há redução da produção de amiloide e menor crescimento de células nervosas.

Além disso, as variantes diferem no grau de síntese protéica, no funcionamento do sistema imunológico e no funcionamento do órgão que produz o líquido cefalorraquidiano. Pacientes com diferentes variantes do Alzheimer também apresentaram diferenças em outros aspectos da doença. Por exemplo, os pesquisadores encontraram um curso mais rápido da doença em determinados subgrupos.

As descobertas são de grande importância para a pesquisa de medicamentos. Eles poderiam significar que um determinado medicamento só funcionaria em uma variante da doença de Alzheimer. Por exemplo, medicamentos que inibem a produção de amiloide podem funcionar na variante com produção aumentada de amiloide, mas podem ser prejudiciais na variante com produção diminuída de amiloide. Também é possível que os pacientes com uma variante tenham um risco maior de efeitos colaterais, enquanto esse risco seria muito menor com outras variantes.

O próximo passo da equipa de investigação é mostrar que as variantes da doença de Alzheimer reagem de facto de forma diferente aos medicamentos, a fim de tratar todos os pacientes com medicamentos apropriados no futuro.

Mais Informações:
A proteômica do líquido cefalorraquidiano em pacientes com doença de Alzheimer revela cinco subtipos moleculares com perfis de risco genético distintos, Envelhecimento da Natureza (2024).

Fornecido pelo Centro Médico da Universidade de Amsterdã

Citação: Diferentes variantes biológicas descobertas na doença de Alzheimer (2024, 9 de janeiro) recuperadas em 9 de janeiro de 2024 em https://medicalxpress.com/news/2024-01-biological-variants-alzheimer-disease.html

Este documento está sujeito a direitos autorais. Além de qualquer negociação justa para fins de estudo ou pesquisa privada, nenhuma parte pode ser reproduzida sem permissão por escrito. O conteúdo é fornecido apenas para fins informativos.

Portalenf Comunidade de Saúde

A PortalEnf é um Portal de Saúde on-line que tem por objectivo divulgar tutoriais e notícias sobre a Saúde e a Enfermagem de forma a promover o conhecimento entre os seus membros.

Looks like you have blocked notifications!

Comenta no Facebook

Portalenf Comunidade de Saúde

A PortalEnf é um Portal de Saúde on-line que tem por objectivo divulgar tutoriais e notícias sobre a Saúde e a Enfermagem de forma a promover o conhecimento entre os seus membros.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
Keuntungan Bermain Di Situs Judi Bola Terpercaya Resmi slot server jepang
error: Alert: Conteúdo protegido !!
Send this to a friend