Atualidade

Pedro Nuno Santos diz que resposta aos problemas do SNS não passa por desistir deste

O secretário-geral do PS, Pedro Nuno Santos, admitiu hoje haver problemas no Serviço Nacional de Saúde (SNS), referindo que a resposta aos mesmos não passa por desistir daquele sistema, como alguns partidos já fizeram.

No final de uma reunião na sede do PS, em Lisboa, com personalidades do setor da saúde, Pedro Nuno Santos disse aos jornalistas que daquele encontro “sai uma nota de muita confiança ao SNS”.

“Esta nota de confiança do SNS é muito importante, quando há partidos que se apresentam a eleições desistindo à partida do SNS. O PS não desiste do SNS, o PS quer continuar a apostar e a investir no SNS, o serviço que permite que todos os portugueses, independentemente das suas condições financeiras, sejam tratados e sejam tratados com qualidade. Isso não quer dizer que não tenhamos problemas no SNS. Não achamos é que a resposta a esses problemas passe por desistir do SNS”, afirmou.

Da reunião “muito longa e participada” de hoje, que começou pelas 15:00 e durou cerca de seis horas, “saíram ideias e propostas” e, segundo Pedro Nuno Santos, “algumas vão estar vertidas no programa eleitoral do PS”, que o partido deverá apresentar no início de fevereiro.

A reunião de hoje foi a primeira de várias que o PS irá promover no âmbito da construção do programa eleitoral para as eleições legislativas de 10 de março.

O encontro dedicado à saúde contou com a presença, entre outros dos antigos diretores-gerais de Saúde Graça Freitas, Francisco George e Constantino Sakellarides, do antigo ministro Correia de Campos e dos médicos Daniel Sampaio, Eduardo Barroso e Álvaro Beleza.

O secretário-geral do PS recordou que está em curso uma reforma de reorganização e gestão do SNS, mas admitiu que “há muito para fazer, que ainda hoje não é feito, pelo menos não é feito de forma suficiente”.

“Nomeadamente no que diz respeito à saúde oral, também no que diz respeito à saúde mental, onde temos que fazer um investimento muito importante, nomeadamente nos cuidados de saúde primários, mas também no envelhecimento”, especificou.

Pedro Nuno Santos considera que o SNS “tem que se adaptar a uma população mais envelhecida e tem que ter uma resposta para a população mais envelhecida do país”.

O PS, disse, quer “um SNS defendido, protegido, que vê reformada a sua organização e gestão, que valoriza os médicos, os enfermeiros, os técnicos e os assistentes, e que quer continuar a dar novas respostas, a procurar novas respostas no SNS”.

Em relação aos profissionais de saúde, o secretário-geral do PS considerou ser “importante rever e olhar para as carreiras”, mostrando vontade em “encontrar soluções”, para que quem trabalha no SNS se sinta valorizado.

Pedro Nuno Santos admitiu que é preciso “atuar em várias frentes” e defendeu que o SNS é “um dos principais ativos que o povo português tem” e que “o PS quer defender”.

LUSA/HN

Outros artigos com interesse:

Source link

Portalenf Comunidade de Saúde

A PortalEnf é um Portal de Saúde on-line que tem por objectivo divulgar tutoriais e notícias sobre a Saúde e a Enfermagem de forma a promover o conhecimento entre os seus membros.

Looks like you have blocked notifications!

Comenta no Facebook

Portalenf Comunidade de Saúde

A PortalEnf é um Portal de Saúde on-line que tem por objectivo divulgar tutoriais e notícias sobre a Saúde e a Enfermagem de forma a promover o conhecimento entre os seus membros.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
Keuntungan Bermain Di Situs Judi Bola Terpercaya Resmi slot server jepang
error: Alert: Conteúdo protegido !!
Send this to a friend