Notícias

Semelhanças sinápticas desafiam o foco em modelos masculinos

Paridade de gênero na pesquisa do autismo: semelhanças sinápticas desafiam o foco em modelos masculinos

Fluxo de trabalho esquemático de análise bioquímica, densidade da coluna e testes comportamentais realizados neste estudo. Crédito: Relatórios Científicos (2023). DOI: 10.1038/s41598-022-50248-4

Novo estudo revela semelhanças impressionantes em anormalidades sinápticas e padrões comportamentais entre modelos de camundongos machos e fêmeas com transtorno do espectro do autismo (TEA). O estudo desafia o foco tradicional em sujeitos masculinos na investigação do PEA e destaca a importância crítica de incluir ambos os sexos nas investigações.

Esta descoberta estimula uma mudança fundamental na abordagem da comunidade científica para compreender e abordar o TEA, enfatizando a necessidade de considerar tanto homens como mulheres para compreender de forma abrangente as complexidades do transtorno.

A pesquisa sobre transtorno do espectro do autismo (TEA) concentrou-se predominantemente em indivíduos do sexo masculino, refletindo uma taxa de prevalência de 4:1 em comparação com as mulheres. No entanto, estudos recentes sugerem uma potencial subestimação do TEA em mulheres.

Num novo estudo liderado pelo Prof. Haitham Amal, Faculdade de Farmácia-Faculdade de Medicina da Universidade Hebraica de Jerusalém, foram investigadas as diferenças sinápticas e comportamentais específicas do sexo em modelos de ratos com TEA, revelando insights significativos sobre a condição.

Um novo estudo, apresentado em Relatórios Científicos, analisaram ratos jovens machos e fêmeas com mutações específicas ligadas ao autismo, comparando-os com ratos normais. Eles usaram dois modelos diferentes de camundongos com duas mutações baseadas em humanos. O objetivo era entender como funcionam as conexões cerebrais, verificando certas proteínas em seus cérebros. Eles também verificaram quantas estruturas minúsculas nas células cerebrais estavam presentes usando um método de coloração especial (Golgi).

Os resultados mostraram que tanto os ratos machos quanto as fêmeas com essas mutações tinham muito em comum. Todos eles mostraram grandes quedas na densidade da coluna vertebral e nos níveis de GAD1, NR1, VGAT e Syp (proteínas de sinalização neuronal) em comparação com camundongos normais. Isso sugere que suas conexões cerebrais não se desenvolveram adequadamente. Curiosamente, estes problemas nas conexões cerebrais foram semelhantes tanto em ratos machos como em fêmeas, e coincidiram com a forma como se comportaram em testes que medem a sociabilidade. Descobriram também que os défices de comportamento social eram semelhantes em ambos os sexos.

O professor Haitham Amal, da Universidade Hebraica, disse: “Nosso estudo ressalta a necessidade de considerar ambos os sexos nas investigações de TEA. As semelhanças observadas nas alterações sinápticas entre camundongos com TEA machos e fêmeas desafiam o foco tradicional nos machos, instando a comunidade científica a ampliar sua abordagem e incluir mulheres em estudos de TEA.”

Essas descobertas têm implicações significativas para a compreensão dos aspectos do neurodesenvolvimento do TEA. Eles enfatizam como as mudanças sinápticas e comportamentais em ratos com TEA machos e fêmeas se alinham, enfatizando a necessidade de estudar fêmeas ao lado de machos na pesquisa sobre TEA. Este estudo incentiva uma mudança fundamental na pesquisa do TEA, destacando a importância de considerar ambos os sexos para compreender e abordar plenamente as complexidades do transtorno do espectro do autismo.

Significa uma progressão vital no desvendar das complexidades do TEA, marcando um marco substancial na compreensão da condição além da abordagem típica focada no homem.

Globalmente, um financiamento substancial é dedicado à investigação do autismo, com estimativas que atingem milhares de milhões de dólares anualmente. No entanto, historicamente, uma proporção significativa deste financiamento tem sido predominantemente direcionada para o estudo do autismo em rapazes, refletindo a maior prevalência no sexo masculino. Estudos sugerem que existe um desequilíbrio considerável na alocação de investigação, com significativamente menos recursos dedicados especificamente à compreensão e abordagem do autismo nas raparigas.

Os esforços para colmatar esta lacuna e atribuir mais recursos para a compreensão das manifestações e necessidades únicas das raparigas no espectro do autismo devem ser reconhecidos como cruciais para o avanço da investigação e apoio abrangentes sobre o autismo.

Mais Informações:
Mutações associadas ao autismo levam a alterações sinápticas e comportamentais semelhantes em ambos os sexos do cérebro de ratos machos e fêmeas. Relatórios Científicos (2023). DOI: 10.1038/s41598-022-50248-4 www.nature.com/articles/s41598-023-50248-4

Fornecido pela Universidade Hebraica de Jerusalém

Citação: Paridade de gênero na pesquisa do autismo: desafio de semelhanças sinápticas com foco em modelos masculinos (2024, 4 de janeiro) recuperado em 4 de janeiro de 2024 em https://medicalxpress.com/news/2024-01-gender-parity-autism-synaptic-similarities.html

Este documento está sujeito a direitos autorais. Além de qualquer negociação justa para fins de estudo ou pesquisa privada, nenhuma parte pode ser reproduzida sem permissão por escrito. O conteúdo é fornecido apenas para fins informativos.

Portalenf Comunidade de Saúde

A PortalEnf é um Portal de Saúde on-line que tem por objectivo divulgar tutoriais e notícias sobre a Saúde e a Enfermagem de forma a promover o conhecimento entre os seus membros.

Looks like you have blocked notifications!

Comenta no Facebook

Portalenf Comunidade de Saúde

A PortalEnf é um Portal de Saúde on-line que tem por objectivo divulgar tutoriais e notícias sobre a Saúde e a Enfermagem de forma a promover o conhecimento entre os seus membros.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
Keuntungan Bermain Di Situs Judi Bola Terpercaya Resmi slot server jepang
error: Alert: Conteúdo protegido !!
Send this to a friend