Atualidade

Greve dos enfermeiros do Hospital de Vila Franca regista adesão de “cerca de 90%”

A greve dos enfermeiros do Hospital de Vila Franca de Xira, no distrito de Lisboa, convocada para hoje, registou uma adesão de “cerca de 90%” no turno da tarde, segundo o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP).

Em declarações à agência Lusa, a dirigente do SEP Isabel Barbosa reforçou que a greve realizada hoje, nos turnos da manhã e da tarde, se deve à “falta de resposta” a problemas sentidos pelos enfermeiros do Hospital de Vila Franca de Xira, nomeadamente o número insuficiente previsto para novas contratações, o excesso de carga horária e a contagem de todos os anos de serviço para progressão na carreira.

“Os enfermeiros sentem-se exaustos, precisam de descanso”, afirmou Isabel Barbosa, referindo que estes profissionais de saúde reclamam a aplicação das 35 horas por semana, uma vez que têm sido sujeitos a “horários violentos, muitas horas extraordinárias, muitos doentes a seu cargo”, além de terem “muitos feriados em dívida”.

No turno da manhã, a greve teve uma adesão de cerca de 88% dos enfermeiros do Hospital de Vila Franca de Xira, de acordo com o SEP.

Questionada sobre se estão previstas novas greves, a sindicalista Isabel Barbosa disse que os enfermeiros deste hospital estão disponíveis para realizar “todas as ações de luta necessárias”, referindo que, para já, ainda não está agendada nenhuma ação, uma vez que é preciso avaliar os efeitos da paralisação desta quinta-feira.

A dirigente do SEP referiu que as anteriores ações de luta dos enfermeiros do Hospital de Vila Franca de Xira “resultaram em compromissos reais do Ministério da Saúde”, porém sem concretização prática.

“O problema podia ser resolvido já hoje”, reforçou a sindicalista, explicando que é uma questão de “vontade política”, porque o Governo, apesar de estar em gestão, tem todos os instrumentos legais para avançar com a progressão na carreira dos enfermeiros deste hospital, contabilizando os anos em que funcionava em regime de parceria público-privada.

Isabel Barbosa indicou que a administração do Hospital de Vila Franca de Xira comunicou na quarta-feira ao sindicato que “aguarda novas orientações da tutela” relativamente às reivindicações dos enfermeiros.

O Hospital de Vila Franca de Xira tem cerca de 500 enfermeiros, segundo o SEP.

A paralisação desta quinta-feira abrange os turnos da manhã (08:00 – 16:00) e da tarde (18:00-00:00).

O Hospital de Vila Franca de Xira foi inaugurado em março de 2013 para servir cerca de 250 mil habitantes dos concelhos de Alenquer, Arruda dos Vinhos, Azambuja, Benavente e Vila Franca de Xira.

O equipamento funcionou em regime de parceria público-privada pelo Grupo Mello Saúde até 2021, altura em que transitou para o modelo de entidade pública empresarial.

LUSA/HN

Outros artigos com interesse:

Source link

Looks like you have blocked notifications!

Segue as Notícias da Comunidade PortalEnf e fica atualizado.(clica aqui)

Portalenf Comunidade de Saúde

A PortalEnf é um Portal de Saúde on-line que tem por objectivo divulgar tutoriais e notícias sobre a Saúde e a Enfermagem de forma a promover o conhecimento entre os seus membros.

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Keuntungan Bermain Di Situs Judi Bola Terpercaya Resmi slot server jepang