Notícias

Um patógeno oportunista, inofensivo para alguns, mas causa doenças graves em outros

patógeno

Crédito: Pixabay/CC0 Domínio Público

Klebsiella pneumoniae é uma espécie comum de bactéria encontrada em nosso corpo – e pode até estar escondida em seu intestino, boca ou nariz neste momento. Mas também é uma bactéria notoriamente prejudicial que pode nos deixar muito doentes.

É a causa mais comum de pneumonia adquirida em hospital nos EUA e a segunda causa mais frequente de infecções do trato urinário em todo o mundo, depois da Escherichia coli (E coli). Se infectar feridas ou entrar na corrente sanguínea, o K pneumoniae pode causar infecções na corrente sanguínea e sepse.

Então, como pode o K pneumoniae viver inofensivamente entre o resto do microbioma em alguns de nós e, ainda assim, causar doenças em outros? Compreender isso pode ser a chave para prevenir infecções.

Os cientistas não têm certeza de qual proporção da população carrega K pneumoniae como parte de seu microbioma intestinal normal. Tentativas anteriores tiveram resultados altamente variáveis.

Por exemplo, uma pesquisa com pessoas saudáveis ​​detectou K pneumoniae em quase 4% das amostras de fezes. No entanto, outros estudos mostram que o K pneumoniae é visivelmente mais comum entre certos grupos – incluindo pacientes hospitalares, pessoas que vivem em países de rendimentos mais baixos e, em particular, entre pessoas que viajaram para a Ásia.

K pneumoniae é conhecido como patógeno oportunista. Isto significa que quando transportado no intestino, nariz ou boca como parte da microbiota normal, o K pneumoniae não deve causar quaisquer problemas de saúde, a menos que o sistema imunitário de uma pessoa fique comprometido devido a uma infecção ou doença. Assim, o nosso microbioma pode actuar como um reservatório de K pneumoniae, a partir do qual se pode espalhar para outras partes do corpo e causar infecção.

Um estudo realizado com 498 pacientes de terapia intensiva em um hospital na Austrália descobriu que metade das infecções por K pneumoniae foram causadas pela cepa K pneumoniae do próprio paciente, que já vivia em seu intestino ou garganta.

Acredita-se que o K pneumoniae possa se espalhar do intestino para outras partes do corpo por meio de dispositivos médicos, como ventiladores. Este tipo de translocação do intestino para o pulmão foi recentemente observado em outras espécies de bactérias causadoras de pneumonia, como Pseudomonas aeruginosa. As cirurgias também podem possibilitar a disseminação do K pneumoniae para locais onde pode causar infecção.

Parando a propagação

Infelizmente, algumas cepas de K pneumoniae desenvolveram altos níveis de resistência aos medicamentos. Isto significa que alguns medicamentos antes utilizados para tratar infecções por K pneumoniae já não funcionam mais.

É particularmente preocupante que algumas cepas de K pneumoniae estejam desenvolvendo resistência ao grupo de antibióticos chamados carbapenêmicos, que geralmente só são usados ​​como tratamento de último recurso quando outros antibióticos não funcionam. E essa resistência está cada vez mais difundida entre a população.

Há uma necessidade urgente de desenvolver alternativas aos antibióticos para que os casos de pneumonia por K resistente a medicamentos possam ser prevenidos ou tratados. A pesquisa do nosso laboratório concentra-se em aproveitar o microbioma intestinal como uma solução potencial.

Como transportar K pneumoniae no intestino é um fator de risco conhecido para infecções subsequentes, uma forma de evitar isso poderia ser manipular o microbioma. Isso poderia ser feito usando probióticos contendo espécies benéficas de bactérias para limitar o K pneumoniae no intestino. Tal solução poderia ser especialmente importante para pessoas em hospitais ou lares de idosos, onde o K pneumoniae é mais prevalente e o risco de infecção é maior.

Há muito se sabe que o microbioma fornece ao hospedeiro um grau de proteção natural contra infecções por meio de uma propriedade conhecida como resistência à colonização. Isto ocorre quando as bactérias intestinais residentes superam as espécies que chegam, incluindo potenciais patógenos, e impedem que se estabeleçam no intestino.

Mas os microbiomas variam muito – e algumas pessoas possuem comunidades microbianas mais protetoras do que outras.

Meus colegas e eu queríamos entender por que algumas comunidades intestinais conseguem resistir ao crescimento de bactérias nocivas, enquanto outras não. No laboratório, combinamos bactérias intestinais humanas em comunidades contendo diferentes diversidades e composições de espécies bacterianas. Em seguida, desafiamos essas comunidades com K pneumoniae (bem como outras bactérias nocivas, como a Salmonella).

Descobrimos que diversos microbiomas intestinais eram mais protetores contra a colonização por K pneumoniae. Mostrámos que esta protecção se devia ao facto de as bactérias intestinais residentes consumirem os nutrientes necessários para o crescimento dos micróbios invasores. Isto levou-nos a desenvolver uma forma de prever combinações de bactérias intestinais que podem resistir ao crescimento de espécies indesejadas de bactérias, como a K pneumoniae.

Ainda estamos apenas começando a compreender o papel que os micróbios desempenham no que diz respeito à nossa saúde. Alguns destes micróbios, como o K pneumoniae, podem até ser prejudiciais e inofensivos ao mesmo tempo. Estudar as interações entre os membros da microbiota intestinal é uma área crítica de pesquisa para os cientistas do microbioma porque pode levar a novas formas de prevenir ou tratar infecções.

Fornecido por A Conversa

Este artigo foi republicado de The Conversation sob uma licença Creative Commons. Leia o artigo original.A conversa

Citação: Klebsiella pneumoniae: um patógeno oportunista inofensivo para alguns, mas causa doenças graves em outros (2024, 30 de março) recuperado em 30 de março de 2024 em https://medicalxpress.com/news/2024-03-klebsiella-pneumoniae-opportunistic-pathogen- inofensivo.html

Este documento está sujeito a direitos autorais. Além de qualquer negociação justa para fins de estudo ou pesquisa privada, nenhuma parte pode ser reproduzida sem permissão por escrito. O conteúdo é fornecido apenas para fins informativos.

Looks like you have blocked notifications!

Segue as Notícias da Comunidade PortalEnf e fica atualizado.(clica aqui)

Portalenf Comunidade de Saúde

A PortalEnf é um Portal de Saúde on-line que tem por objectivo divulgar tutoriais e notícias sobre a Saúde e a Enfermagem de forma a promover o conhecimento entre os seus membros.

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo
Keuntungan Bermain Di Situs Judi Bola Terpercaya Resmi slot server jepang