Eficácia de uma intervenção sobre lavar as mãos divulgada pela internet

0 22

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Uma eficaz intervenção sobre lavar as mãos divulgada pela internet pode reduzir de modo significativo a transmissão de infecções

Contexto

Lavar as mãos para evitar transmissão de infecções do trato respiratório (ITRs) tem sido amplamente defendido, principalmente durante a pandemia de H1N1. No entanto, foi discutido a função de lavar as mãos, e não existe nenhuma firme evidência randomizada entre adultos em ambientes não desprivilegiados. Procuramos avaliar se uma intervenção divulgada pela internet para modificar o lavar as mãos reduziria o número de ITRs entre adultos e os membros de suas famílias.

Métodos

Recrutamos indivíduos que compartilhavam um domicílio, por convite via correio, usando práticas gerais na Inglaterra. Após o consentimento, os participantes foram randomizados on-line por um programa automatizado de número aleatório gerado por computador para receber acesso ou nenhum acesso a uma intervenção automatizada customizada e baseada em internet que maximizava a intenção de lavar as mãos, monitorava a conduta de lavar as mãos, fornecia feedback personalizado, reforçava atitudes e normas úteis e lidava com crenças negativas. Foram admitidos participantes em uma outra coorte (randomizados para receber intervenção ou nenhuma intervenção) para avaliar se o questionário basal sobre lavar as mãos afetaria a conduta de lavar as mãos. Os participantes não foram mascarados quanto à alocação da intervenção, mas comandos de análise estatística foram gerados mascarados ao grupo. O resultado primário foi o número de episódios de ITRs nos participantes de referência em uma população com intenção de tratamento modificada de participantes aleatoriamente atribuídos que concluíram acompanhamento de 16 semanas. Este estudo está registrado no registro ISRCTN [International Standard Randomised Controlled Trial Number (Número de estudo controlado randomizado padronizado internacional)], número ISRCTN75058295.

Achados

Ao longo de três invernos, entre 17 de janeiro de 2011 e 31 de março de 2013, admitimos 20.066 participantes que foram aleatoriamente atribuídos para receber intervenção (n=10.040) ou nenhuma intervenção (n=10.026). Foram acompanhados 16.908 (84%) participantes com o questionário de 16 semanas (8.241 participantes de referência no grupo de intervenção e 8.667 no grupo controle). Após 16 semanas, 4.242 indivíduos (51%) no grupo de intervenção relataram um ou mais episódios de ITR em comparação com 5.135 (59%) no grupo controle (proporção de risco multivariado 0,86; IC de 95%: 0,83–0,89; p<0,0001). A intervenção reduziu a transmissão de IRTs (relatadas no período de 1 semana de outro membro da família) tanto para e da pessoa de referência. Observamos um ligeiro aumento em pequena irritação cutânea autorrelatada (231 [4%] de 5.429 no grupo de intervenção em relação a 79 [1%] de 6.087 no grupo controle) e nenhum evento adverso sério foi relatado.

Interpretação

Em anos não pandêmicos, uma intervenção eficaz via internet criada para aumentar o ato de lavar as mãos pode ter um importante efeito na redução de transmissão de infecções. Devido a uma intensificada preocupação durante uma pandemia e à provável função da internet de acesso ao alerta, a intervenção tem também potencial para implementação eficaz durante uma pandemia.

Ler artigo completo

Acesso ao artigo completo em The Lancet

Fonte: Univadis

Gostar
Seguir
google

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo