COVID-19: Misericórdia de Bragança com 115 casos, um terço dos testados

0 6

De acordo com o ponto da situação feito hoje pelo presidente da Câmara de Bragança, Hernâni Dias, entre os 170 utentes dos três lares há 100 idosos positivos e dos 140 trabalhadores, 15 estão também positivos.

O autarca que tem falado em nome da instituição enquanto responsável municipal da Proteção Civil, concluiu que a situação “acaba por não ser tão complicada quanto aquilo que poderia ser”.

“Concretamente no que tem a ver com os trabalhadores, que são aqueles que à partida têm mais probabilidade de comunicar com a comunidade civil e de alguma forma poder-se alastrar mais o surto”, concretizou.

Hernâni Dias reiterou que com este balanço é conhecido o resultado de todos os testes realizados nos três lares, onde chegou hoje de manhã a brigada de intervenção rápida com dois enfermeiros e quatro auxiliares para colmatar a falta de pessoal.

O autarca salientou mais uma vez “que todos os utentes na instituição estão assintomáticos”.

Ainda no sábado, ao final do dia foram transportados para uma unidade hoteleira da cidade 19 utentes, que estão negativos. Entre os utentes negativos permanecem no lar os acamados.

A partir de agora, irão ser testadas as restantes valências da Misericórdia de Bragança que, além de ter a maior estrutura residencial para idosos do Nordeste Transmontano, concentra no mesmo complexo uma Unidade de Cuidados Continuados, jardim-de-infância e escola básica.

De acordo com os dados da instituição, faltará testar ainda à volta de 230 funcionários, 62 utentes da Unidade de Cuidados Continuados e mais 71 do Centro de Educação Especial, que funciona fora do complexo, localizado no centro da cidade de Bragança.

O presidente da Câmara de hoje que afinal também vão testadas as crianças que frequentam o jardim-de-infância e escola básica, sem saber concretizar o número.

Ler  COVID-19: Na mais pequena reserva indígena do Brasil, índios lutam sobreviver

Este surto teve início com um primeiro caso positivo de uma funcionária a 23 de setembro e uma semana depois começou a ser testado o lar onde trabalhava, o Santa Isabel, seguindo-se ao longo da semana os restantes.

Com o caso da Misericórdia, o número de infeções pelo novo coranavírus no distrito de Bragança disparou para mais de 800 desde o início da pandemia.

A região contabiliza 29 óbitos associados à covid-19.

Fonte: Lifestyle Sapo

vote
Article Rating
Looks like you have blocked notifications!
0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
error: Alert: Content is protected !!
Partilha isto com um amigo