Deficiência no Atendimento Pré Hospitalar no Nordeste Brasileiro ou a não existência de tal serviço.

0 189

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

No Brasil o APH tem sido baixamente esquecido por governantes e pelo poder publico de uma maneira geral, para que possamos diminuir o índice de acidentes e de vitimas fatais em diversos locais do Brasil devemos incluir sistemas de preparação e designar uma solução para a implantação deste serviço em alta escala, levando em conta a preparação de toda a classe profissional para tal feito.

Para o conhecimento de todos, as estruturas do Atendimento Pré Hospitalar no Brasil são seguidos através da resolução 2048 / 2002 que regi este serviço no Brasil. Nesta resolução se leva em conta todas as modalidades de APH conhecidas e dispostas a serem executadas para um atendimento amplo e correto.

Neste sentido a algo indisposto nela, que seria a capacitação e treinamento prévio de profissionais antes de mais nada para executar determinado atendimento, o que ocorre que a sugestão para um atendimento com eficiência o tempo que se tem geralmente são de 10 minutos, porem em muitos casos este tempo é ultrapassado, não somente pela ocorrência em si mais sim pelo profissional que la está, estatísticas dizem que a cada minuto perdido numa ocorrência seja ela por ato humano ou não a chance de manutenção da vida cai em 1%.

Ponderando sobre a situação da qualificação profissional,  ainda se tem em vista a formação de algumas unidades de primeiro atendimento sem o profissional habilitado e treinado para aquelas situações, o APH não passa somente pela manutenção da vida, ele passa também pelo contexto da ocorrência toda em um si so.

Entrando na questão da não existência do serviço de APH, levo em consideração a experiencia que venho acompanhando a exatos 8 meses, Nordeste bahiano é cortado por algumas BA’S e BR’S nas quais sitarei algumas que estão próximos aos municípios onde estou, BR 410 , 110, 116 e BA 084, nestas rodovias não existe nenhum tipo de socorro prestado de uma maneira mais correta, temos a PRF ( Policia Rodoviária Federal )que infelizmente sozinha com as VTR ( Viatura ) de resposta rápida tentam prestar algum tipo de socorro com os materiais que os mesmos tem a sua disposição, ou seja , quase o minimo de material pois nem mesmo a maquina pra desencarcerar veículos eles tem a seu poder, acho bravo o que tentam fazer porém sem relutância de alta eficiência no atendimento pois não são aptos para tal serviço. Nestes oito meses acompanho também a quantidade de acidentes na região que por sinal é um numero alto, cerca de 16 por dia isso sem contar os finais de semana,tendo em vista está precisão pois alem de não se ter suporte na rodovia não existe nem o serviço de atendimento móvel de urgência  ( SAMU ) em nenhuma destas cidades por onde estou.

Citei o nordeste bahiano pois é onde me encontro, porém sejo muitos outros locais e estados com essa deficiência no aspecto profissional e a questão de não ter o serviço de APH , no Nordeste onde poucos tem conhecimento para buscar esse tipo de serviço e poucos também tem a coragem de lutar pelos mesmos. Entretanto tento com um grupo de pessoas aqui sanar este problema que assim como em Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Sul criaram um grupo para tal especificação, nos no Nordeste Bahiano buscamos a solução para tal com o Grupo que montamos também para atuar em vários tipos de situações e todos treinados e cursados em varias modalidades para prestar um atendimento mais coerente e correto.

Bem para si e para as regiões do nordeste, estes grupos serão as mudanças no APH, a publicação desta nota passara também a compreender que não devemos deixar de tentar a solução para determinado problema, devemos buscar a solução, e levo comigo o lema do meu grupo ” TODA VIDA VALE A PENA “.

Cruz, Luan Filipe Santos; 24 a.; Ribeira do Pombal – BA , 24 de fevereiro de 2015.

Gostar
Seguir
google

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo