Cálculos para Enfermagem (Tutorial)

0 25.526
Tempo de leitura: 7 minutos

Para calcular o ritmo do fluxo do soro a ser administrado em um determinado período de tempo, deve-se considerar o tipo de equipo (macro ou microgotas), a quantidade soro, e o número de horas desejado para a administração do soro.
Regras Gerais:
1 litro = 1.000 ml
1 ml = 20 gotas
1 gota = 03 microgotas
1 hora = 60 minutos
Podemos obter uma relação entre mililitros e microgotas:
1 ml  – 20 gotas – 60 microgotas

CÁLCULO DE GOTEJAMENTO

MACROGOTA

Quando o tempo para infusão for em minutos, utilizamos a seguinte fórmula:

Nº de Gota = Vt (ml) x 20 
                       T (minuto)

MICROGOTA

Ou simplesmente pode ser utilizada a primeira fórmula (Nº de gotas/minuto), multiplica o resultado final por 3.

Para calcular em quanto tempo deve de infusão num determinado volume em com gotejamento já pré estabelecido, utiliza-se a seguinte fórmula:
TEMPO   =    VOLUME (total)
Nº de Gota x 3 
Ex: Prescrição = 1500 ml de S.F. 0.9% de 24 horas, calcular em macro e microgotas.
Nº gts = 1500 ml     =  1500    =  20,8  =  21 gts
24 x 3             72
microgotas = 21 x 3 = 63 microgotas

Ex: Prescrição = S.F. 0,9% a 20 gts/mim. Quantos frascos serão administrados em 24 horas?
20 =  X .  500        20  =  500X           500X =  20 .72     X = 1440    X = 2,88 = 3 frascos.
3 . 24                       72                                                     500
Ex: Prescrição = 150 ml de S.F. 0.9% de 8/8 horas, calcular em macro e microgotas.
Nº gts = 150ml      =  150    =   6,25  =  6 gts
8 x 3              24
microgotas = 6 x 3 = 18 microgotas

CÁLCULO DE PENICILINA
Apresentadas em Unidades Internacional (UI):
frasco/ampola com 5.000.000UI
frasco/ampola com 10.000.000UI
Na forma de pó liofilizado, então teremos que diluir.
Nunca esquecer que ao injetarmos o solvente no frasco o volume sempre ficará 2 ml a mais. Então  se utilizarmos 8ml de água destilada ( AD ), o volume será de 10ml.

1º Ex: Um médico prescreve Penicilina Cristalina 2.500.000 UI, EV, de 4/4 h.  A apresentação de Penicilina Cristalina que deverá ser usada é a do frasco em pó com 5.000.000 UI
5.000.000_______10 ml ( 8ml de diluente + 2ml de pó)
2.500.000_______ x ml
5.000.000 x = 25.000.000
X= 25.000.000             X=  5ml
5.000.000

CÁLCULO DE HEPARINA
Apresentadas em Unidades Internacional (UI) e encontrada de duas maneiras:
Ampolas = 5.000UI/0.25ml
Frasco/ampola  = 5.000UI/5ml, então temos 5.000UI em cada ml

Ex: Um médico prescreve Heparina 3.500 UI, EV em 24h.
Frasco de heparina com 5ml = 5.000 UI/ml
5.000_______1 ml
3.500_______ x ml
5.000 X = 3.500
X =  3.500                 X = 0,7 ml
5.000

CÁLCULO DE INSULINA
Quando as unidades não coincidem com o frasco utilizamos a seguinte regra:
X  =  Prescrição (P) . Seringa (S)
Frasco (F)
Devemos considerar que 100UI é = a 1ml, portanto, para cada 1 ml, temos 100 UI.
Seringas são classificadas em Unidades Internacionais (UI).
Cada traço da seringa graduada corresponde a 2 UI.

Ex: Um médico prescreve Insulina Simples (Regular) 5 UI, SC.
X = 5 . 100 500  = 5UI
100          100

CÁLCULO DE FRACIONAMENTO DE DOSES

Frasco —-  diluente
prescrição —- X
Obs: Se no problema a prescrição ou frasco estiver em grama você terá que transformar em mg. Exemplo: 0,5g = 500mg (número inteiro, coloca-se três 0, um número depois da vírgula coloca-se dois 0)
1º Ex: Prescrição médica de 125 mg, de uma medicação subcutânea, frasco é de 0,5g por 2 ml. Quanto devo administrar?
500 mg – 2 ml
125 mg – X
500X= 125 x 2
500X= 250
X=   250         X = 0,5 ml
500

2º Ex: Foram prescritos 500mg VO de Keflex suspensão de 6/6h. Tenho no posto de enfermagem vidros de 60ml de Keflex de 250mg/5ml.Quantos ml devemos administrar?
Montando a regra de três
1ª linha – Tenho 250mg ______ 5ml
2ª linha – PM 500mg _______ X ml
x . 250 = 500.5
x . 250 = 2500
x = 2500        x =  10 ml
250

3º Ex:  A prescrição médica é de 150mg e o frasco que dispomos é de 250mg/5ml o cálculo fica assim:
250mg——————–5ml
150mg——————–Xml
X = 150 x 5  =  3 ml   (Podemos concluir que a cada 3 ml temos 150 mg)
250

4º Ex: A prescrição médica é de 250mg injetável de um determinado medicamento. Dispomos do medicamento em ampolas de 5ml com 500mg. Quantos ml deverá ser aplicado no paciente?
500mg——————5ml
250mg——————Xml
X = 250 x 5         X= 2,5 ml  (Podemos concluir que a cada 2,5 ml temos 250 mg)
500
5º Ex: A prescrição médica é de 150mg e o frasco que dispomos é de 250mg/5ml o cálculo fica assim:
250mg——————–5ml
150mg——————–Xml
X = 150 x 5         X =  3ml (Podemos concluir que a cada 3ml, temos 150mg)
250
6º Ex: A prescrição médica é de 250mg injetável de um determinado medicamento. Dispomos do medicamento em ampolas de 5ml com 500mg. Quantos ml deverá ser aplicado no paciente?
500mg——————5ml
250mg——————Xml
X = 250 x 5         X = 2,5 ml (Podemos concluir que a cada 2,5ml temos 250mg)
500

TRANSFORMAÇÃO DE SOLUÇÕES
Ocorre situações em que a farmácia do hospital não dispõe de uma determinada solução na concentração prescrita pelo medico. Neste caso, e necessário que a pessoa responsável pela medicação consiga a concentração desejável através de transformação de soluções de maior concentração.
Existem algumas formulas para fazer esta transformação, porem, a maneira mais simples e acessível a todos e a utilização de regra de três simples.

Exemplos:  Foi prescrito soro glicosado 500 ml a 10%.
Disponível: Soro glicosado a 5%, 500 ml, Glicose a 50% em ampola de 20 ml (glicose hipertônica).
1º Passo: Verificar a quantidade de glicose no frasco a 5%
5 gr  —-  100 ml        100X = 5 x 500    X  = 2500  =  25 gr
X    —-  500 ml                                                 100
Resp. O frasco de 500 ml de soro glicosado a 5% contem, 25 gr de glicose.

2º Passo: Verificar a quantidade de glicose no frasco a 10%
10 gr   —-  100 ml              100X = 10 x 500   X = 5000 =  50 gr
X     —-   500 ml                                                        100
Resp. O frasco de 500 ml de soro glicosado a 10% contem, 50 gr de glicose.

3º Passo: Obter a quantidade de glicose hipertônica necessária para o preparo da solução.
Se o frasco disponível (5%) contem 25 gr e a concentração prescrita e de 50 gr, faltam portanto 25 gr de glicose.
Tendo a disposição ampolas de 20 ml a 50%, podemos calcular quantos gramas de glicose tem cada ampola (20 ml a 50%).
50 gr  —- 100 ml           100X = 50 x 20     X = 1000  = 10 gr
X    —— 20 ml                                                   100
Então: Cada Ampola de 20 ml a 50%, contem 10 gr de glicose.

Utilizando-se a regra de três simples pergunta-se: Se uma ampola de 20 ml a 50% contem 10 gr de glicose, em quantos ml teremos 25 gr?
10 gr  —-  20 ml        10X =  25 x 20     X =  500   =   50 ml
25 gr  —-  X                                                        10

Conclui que são necessários 50 ml de glicose a 50% ou seja, 2 ampolas e meia de 20 ml. Injeta-se no frasco de soro glicosado a 5%, que era o disponível, completando assim a quantidade prescrita.

CÁLCULO DE DOSAGEM A SER ADMINISTRADA, PARTINDO DA RELAÇÃO DOSE/PESO DO PACIENTE
Algumas vezes deparamo-nos com receitas cuja prescrição não é clara. Outras vezes, o que não está claro é quanto o paciente vai tomar, ou seja, quantos ml o paciente tomará.

1 – A dose prescrita pelo médico é de 50mg/kg/dia e o paciente pesa 10kg; qual a dose diária do medicamento?
Todas as  vezes em que nos deparamos  com valores e unidades de medida entre barras como 50mg/kg, podemos substituí-las pela palavra por. Ficaria assim: 50mg por kg por dia.
Para sabermos a dose diária (24 horas), então, é só multiplicar a dosagem pelo peso, ou seja:
dose diária = dose x peso = 50 x 10 = 500mg por dia
Portanto o paciente deverá tomar 500mg por dia.

2 – Considerando os dados anteriores, quanto se administraria ao paciente por horário, sabendo que o paciente iria tomar o medicamento de 6/6 horas?
Se o medicamento está prescrito de 6/6 horas, então o paciente irá tomar 4 vezes por dia. Para resolvermos o problema é só dividir a dose diária por 4.
dose por horário = dose diária = 125mg por horário
4
Se o medicamento fosse dado de 8/8 horas, dividiríamos a dose diária por 3.
Se o medicamento fosse dado de 12/12 horas, dividiríamos a dose diária por 2.

3 – Ainda com os mesmos dados, acrescentando que o frasco do medicamento que dispomos contém 500mg/5ml, quantos ml seriam dados por horário?
O cálculo a ser usado agora é igual ao visto acima, ou seja:
500mg —————–5ml
125mg——————Xml
X = 125 x 5 = 1,25ml (O paciente deverá tomar 1,25ml por horário)
500
4 – Se, no caso anterior o paciente perguntasse quantos vidros serão necessários para o tratamento todo?
antes de mais nada precisaríamos saber por quantos dias o paciente vai tomar o medicamento e qual o volume do frasco de medicamento que dispomos. Vamos supor que o paciente irá tomar o medicamento por 10 dias e o frasco tem 100ml.
O nosso cálculo será o seguinte: sabemos que o paciente irá tomar 500mg por dia, então, em 10 dias tomará quantos mg?
500mg—————— 1 dia
Xmg———————10 dias
X = 500 x 10 = 5000mg para o tratamento todo
1
Sabemos que o frasco tem 500mg/5ml então:
500mg————–5ml
5000mg————-Xml
X = 5000 x 5 = 50ml
500
Se o frasco tem 100ml e o paciente tomará 50ml para o tratamento todo, então um frasco é o suficiente.

5 – A dose prescrita pelo médico é de 50mg/kg/dia a ser dada de 12/12 horas. Sabendo que a criança pesa 20kg e o frasco é de 250mg/4ml, quantos ml serão dados por horário?
a) Cálculo da dose diária: multiplicamos a dose pelo peso:
Dose diária = 50 x 20 = 1000mg por dia
b) Cálculo da dose por horário: divide-se a dose diária pelo número de doses ao dia:
Dose por horário = 1000 = 500mg por horário
2
c) Cálculo de quantos ml por horário,  fazendo regra de 3:
250ml———————-5ml
500mg———————Xml
X = 500 x 5 = 10ml por horário
250
6 – A dose prescrita pelo médico é de 80mg/kg/dia a ser dada de 6/6 horas por 10 dias.
Sabemos que a criança pesa 12kg e o frasco tem 160mg/5ml, volume de 100ml, quantos ml a criança tomará por horário, por dia e pelo tratamento todo?
a) Cálculo da dose diária: multiplicamos a dose pelo peso:
Dose diária = 80 x 12 = 960mg por dia
b) Cálculo da dose por horário: divide-se a dose diária pelo número de doses ao dia:
Dose por horário = 960 = 240mg por horário
4
c) Cálculo de quantos ml por horário, fazendo regra de 3:
160mg——————– 5ml
250mg———————Xml
X =   240 x 5         X = 7,5ml por horário
160
d) Cálculo de quantos frascos: fazendo regra de 3:
960mg——————–1 dia
X mg——————– 10 dias
X = 960 x 10      X = 9600 mg para o tratamento todo
1
Considerando o frasco:
160mg———————5ml
9600mg——————–Xml
X = 9600 x 5      X = 300ml, sendo portanto necessário 3 frascos
160
Referência Bibliográfica
SILVA, Marcelo Tardelli da; SILVA, Sandra Regina L.P. Tardelli da Manual de Procedimentos Para Estágio Em Enfermagem – 4ª Ed.  São Paulo: Martinari, 2014.
FAKIH, F. T. Manual de diluição e administração de medicamentos injetáveis. Rio de Janeiro: Reichamann & Affonso Ed., 2000.

Fonte: Enfermagem Bio

Looks like you have blocked notifications!
Queres receber as nossas notificações?
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Deixe uma resposta

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

error: Alert: Content is protected !!
Partilha isto com um amigo