Greve dos Técnicos De Diagnóstico e Terapêutica Atinge Níveis Históricos de Adesão

0 133

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

MINISTRO DA SAÚDE RECONHECE, NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA,

AS RAZÕES QUE ASSISTEM A ESTES PROFISSIONAIS DE SAÚDE

Hoje, 22 de junho, está em curso o segundo dia de greve dos Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica, com níveis de adesão históricos e próximos dos 100%. O Ministro da Saúde, interpelado, ontem, na Assembleia da República reconheceu as razões que, há 18 anos, assistem aos Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica e que determinam a greve em curso, bem como a elevada responsabilidade dos dirigentes sindicais em todo o processo negocial, evitando ruturas que possam agravar ainda mais o conflito laboral em curso.

 

Como balanço dos dias que antecederam a greve, bem como do dia de ontem, destaca-se o facto do esforço negocial do Ministério da Saúde para, conjuntamente com o Sindicato dos Técnicos Superiores de Saúde das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica (STSS), encontrar soluções negociadas nas próximas horas, evitando-se assim a greve por tempo indeterminado, prevista para o dia 29 de Junho.

 

Durante o primeiro dia de greve não se verificaram situações anómalas na prestação de serviços mínimos aos utentes e doentes do SNS, facto que a Direção Nacional do STSS encara como uma manifestação de elevada responsabilidade por parte dos profissionais de saúde em greve.

 

Sendo um conflito gerado pelo Ministério das Finanças, e não se entendendo as respetivas razões dado não estarem em causa, nos diplomas que já tinham sido objeto de acordo com o Governo no dia 12 de dezembro de 2016, matérias  de ordem financeira, dado se tratar exclusivamente de estatutos de carreira dos profissionais de diagnóstico e terapêutica, o STSS espera que o bom senso regresse ao processo negocial, evitando-se mais danos aos doentes, enquanto vítimas de um processo surreal no plano político.

 

Entretanto, o STSS foi informado que estará prevista para amanhã uma reunião entre responsáveis do Ministério da Saúde e do Ministério das Finanças, por forma a encontrarem-se soluções que permitam por fim ao conflito, bem como retomar as negociações num curtíssimo espaço de tempo.

 

Caso se verifique que os entendimentos previstos não têm tradução prática, os Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica retomarão a greve no dia 29 de junho e por tempo indeterminado

Gostar
Seguir
google

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo