Mutação “preocupante” do novo coronavírus pode aumentar infeções

0 293

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Uma mutação específica no novo coronavírus pode aumentar muito a sua capacidade de infetar as células, de acordo com um estudo de cientistas norte-americanos.

A investigação pode explicar por que razão é que surtos que se deram mais cedo em algumas partes do mundo acabaram por não sobrecarregar os sistemas de saúde ao contrário de outros em Nova Iorque e em Itália, segundo os peritos da Scripps Research, uma instituição de investigação de ciências biomédicas em San Diego, EUA.

A mutação chama-se D614G e aumenta o número de “picos” no coronavírus – os mesmos “picos” que dão o nome ao vírus, que se assemelha a uma coroa. São esses “picos” que permitem ao vírus aderir e infetar as células.

“O número – ou densidade – de ‘picos’ funcionais no vírus é quatro ou cinco vezes superior devido a esta mutação”, explicou à Reuters o cientista Hyeryun Choe, um dos autores séniores do estudo.

Os investigadores consideram que ainda não é claro se esta pequena mutação tem influência na gravidade dos sintomas de quem é infetado, ou se aumenta a mortalidade. Por isso, são necessários mais testes, como estudos controlados, para aferir o que se concluiu em laboratório.

Outros estudos já tinham revelado que o SARS-CoV-2 está em mutação e evolução enquanto se adapta aos seres humanos. A mutação D614G é considerada uma preocupação urgente por parecer estar a emergir como uma mutação dominante.

O estudo da Scripps Research está a ser submetido a revisão pelos pares e foi divulgado esta sexta-feira depois de terem surgido notícias sobre as descobertas.

Fonte: https://www.sabado.pt/

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Loading...

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

Share This Article:

close

Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Partilha isto com um amigo