Fármaco para osteoporose trava cancro da mama

0 13

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Investigação sobre bazedoxifeno realizada nos Estados Unidos

2013-06-18
Bazedoxifeno pode travar cancro da mama

Bazedoxifeno pode travar cancro da mama

Um medicamento utilizado para o tratamento da osteoporose consegue também deter o crescimento das células do cancro da mama, incluindo dos cancros que se tornaram resistentes às terapias actuais. Esta é a conclusão de um estudo levado a cabo pelo Instituto do Cancro do Centro Médico da Universidade de Duke, em Durham (EUA).

Os resultados indicam que o bazedoxifeno não só evita que o estrogénio alimente o crescimento das células cancerosas, como também marca os receptores de estrogénio para os destruir.

O autor principal do estudo Donald McDonnell, director do Departamento de Farmacologia e Biologia do Cancro daquela universidade, explica que o bazedoxifeno une-se a um receptor de estrogénio, interferindo com a sua actividade. O mais surpreendente foi verificar “que também degrada o receptor e se desfaz dele”.

Nos estudos feitos com células e animais, o fármaco inibiu o crescimento tanto das células do cancro da mama dependentes do estrogénio como das que desenvolveram resistência ao antiestrogénio tamoxifeno e aos inibidores da aromatase, dois dos medicamentos mais utilizados.

O bazedoxifeno pertence, tal como o tamoxifeno, a uma classe de fármacos conhecidos como modeladores específicos de receptores de estrogénio. Estes distinguem-se pela sua capacidade de se comportarem como o estrogénio em alguns tecidos, enquanto bloqueiam significativamente a acção da hormona noutros tecidos.

Mas ao contrário do tamoxifeno, o bazedoxifeno tem algumas das propriedades de um grupo mais recente de medicamentos conhecidos como selectivos degradadores dos receptores de estrogénio (SERDs), que conseguem assinalar o receptor da hormona para a sua destruição.

Como o fármaco tem como objectivo eliminar os receptores através da degradação, é menos provável que a célula cancerosa possa desenvolver um mecanismo de resistência, explicam os investigadores.

 

Fonte : http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=57939&op=all

Gostar
Seguir
google

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo