Ser enfermeiro insatisfeito!!!

0 158

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

E são muitos, quase todos, os que terminam o escolhido curso,

e procuram, candidatam-se, e acabam por arranjar

aquilo a que se chama emprego, bicho difícil de encontrar!!!

E são profissionais, sortudos por aplicar o que andaram a estudar.

E eis que um dia começam a questionar, sentindo-se culpados até,

Se é isto que vão fazer a vida toda, se se conseguem imaginar.

Estes versos que escrevi espelham muito do que sinto e do que acho ser a realidade de muita gente. Aos 14-15 anos temos de escolher uma área para estudar, ciências, economia, humanidades, artes, desporto, seja o que for, temos de, logo aí começar a traçar o nosso caminho.

Novamente, aos 17-18 anos, correndo tudo sem chumbos ou outros atrasos, temos de escolher se queremos ir para a universidade ou não, e caso decidamos ir, escolher aquilo que vamos ser.

A minha questao é, se aos 31 anos, ainda hoje, às vezes questiono se é este o meu futuro, a decisão que tomei aos 18 anos, porque tinha de tomar, não será precipitada?

Acredito que muitos de nós se debatam com isto. Aos 18 anos posso ter escolhido ser enfermeira, muito assertiva e confiante na decisão que tomei, acreditando até, durante alguns anos, que era apenas e só talhada para isso!

Chego aos 31, e embora goste do que faço, da essência da Enfermagem em si, consciencializo-me, não raramente, da minha insatisfação com a profissão que escohi, e questiono-me se não seria mais feliz noutra, ou se não devo arranjar algo que me complete mais, sem abandonar a profissão com que cresci.

Conheço bastantes enfermeiros que se sentem como eu, que procuram noutras artes um hobbie ou uma segunda, até mesmo uma outra profissão. Não sei se esta realidade acontece noutras profissões, mas a impressão que tenho, correndo o risco de estar a ser parcial ou de emitir uma opinião limitada, é que isto é mais frequente na Enfermagem, do que em qualquer outra área.

Posto isto, em conversa com uma linda e determinada mulher que, por sinal, é enfermeira, ou que ainda é enfermeira, achamos interessante partilhar com o Mundo, as opiniões destes enfermeiros, alguns até que abandonaram a Enfermagem e se dedicaram a outros ofícios, que acreditaram fazê-los mais felizes e realizados.

Nos próximos tempos, vou apresentar, no meu blog – Anas há muitas – entrevistas que fiz a enfermeiros, alguns que deixaram a enfermagem, outros que tentam deixar. Espero que gostem de ler e de acompanhar. Conto com os vosso comentários também e, se alguém pretender colaborar nestas entrevistas, é só contatar-me.

[userpro template=card user=author]

 

Gostar
Seguir
google

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo