Numero 13

1 75

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Na passada segunda feira, assistimos ao programa prós e contras (quem ainda não viu, pode assistir na íntegra emhttp://www.rtp.pt/play/p2233/Pros-e-Contras ). Sinto necessidade de explicar com orgulho o que vi…

Nota importante: este programa foi um programa com uma duração de cerca de 1 hora e meia
32 minutos apos inicio de debate tem direito a palavra a Bastonária dos Enfermeiros…. Ana Rita Cavaco
Em 4 minutos, na primeira parte abordou os seguintes pontos:
1) Faltam enfermeiros nos hospitais
2) Carencia cerca de 25000 enfermeiros no país
3) Racios OCDE muito inferiores
4) Existe falta de organizaçao e transparência
5) Precariedade nas contratações – hospitais a contratarem através de empresas enfermeiros a 4 euros/hora
Discorda ainda da opinião do colega de mesa!! – “quem organiza os serviços não são os conselhos de administração! Enfermeiros e Médicos que estão no terreno”
Uma frase interessante sobre o tema do programa: “O levantamento está feito há 20 anos! Está na altura de colocar em prática o diganóstico que já está feito!”

Segunda Parte:
8 minutos após o início da 2ª parte nova intervenção com duração de 2 minutos, onde aborda os seguintes pontos:
1) Estado devedor aos enfermeiros de milhares de horas extraordinárias
2) Exaustão dos Enfermeiros que compromete a segurança dos cidadãos em risco / dotações seguras (exemplo do HGO – plano de contingência fase 3 – macas em internamento com falta de dignidade para os utentes e com aumento de utentes e mesmo numero de enfermeiros, com realizaçao de horas extraordinarias no serviço de urgencia)
Seguidamente, intervenção do Presidente da Secção Regional Sul, com duração de 4 minutos, onde abordou os seguintes pontos:
1) É necessário perceber o que os profissionais de saude sentem em termos de satisfaçao profissional
2) Importância das dotações seguras como base de evidência legal para a segurança dos doentes
3) Existe incapacidade de satisfazer a necessidade de cuidados
Nova intervenção da bastonária durante 2 minutos:
1) A segurança nos serviços de urgencia encontra-se comprometida pela diminuição de profissionais de saude
2) É necessário ultrapassar a barreira das acusações partidárias (há erros em todos os lados!) e partir para ação
3) É necessário politizar menos as escolhas e escolher as pessoas com base no mérito e competência – cargos de gestão
4) Formam se enfermeiros para emigar. “Porque é que nós estamos a formar para os outros países?”

Intervém posteriormente numa discussão durante cerca de 1 minuto onde afirma:
“Terminaram com os enfermeiros especialistas que está provado que reduzem o tempo de espera, aumentam a satisfaçao dos utentes e aumentam a qualidade dos cuidados”

Conclusão: A Ordem dos Enfermeiros, num debate de 1 hora e meia, teve direito à palavra no total cerca de 13 minutos…. nestes mesmos 13 minutos falaram-se sobre pontos importantes, nomeadamente:
1) Falta de enfermeiros
2) Dotaçoes seguras
3) Incapacidade de satisfazar a necessidade de cuidados
4) Exaustão profissional
5) Condiçoes precarias de contrataçao
6) Politização da saúde
7) Emigração de profissionais de saúde e sua formação para emigração
8) Importancia do papel do enfermeiro especialista

Volto a salientar… estes pontos foram abordados durante 13 minutos, num espaço de cerca de 1 hora e meia! … dá que pensar…

Uma outra pequena nota (que me parece importante salientar). Foi com gosto que vi também na plateia o enfermeiro José Azevedo (Sindicato dos Enfermeiros) e o enfermeiro Fernando Correia (Sindicato Independente dos Profissionais de Enfermagem). Posso estar em engano, mas não consegui identificar a enfermeira Guadalupe Simões(Sindicato Enfermeiros Portugueses) ou o enfermeiro José Carlos Martins (Sindicato Enfermeiros Portugueses)… tive pena… certamente era uma fotografia bonita ver a ordem dos enfermeiros e todos os sindicatos juntos no mesmo espaço físico… mas pronto… este é um desejo e um desabafo meu pessoal…

O que vi neste programa?
Vi sem dúvida alguém com capacidade de sintetizar as necessidades dos Enfermeiros, alguém que consegue expô-los sem qualquer tipo de problemas, e acima de tudo alguém que não tem medo de falar, de retratar a realidade da prestação dos cuidados vivida em pleno século XXI.
Vi ainda alguém verdadeiramente preocupado com o futuro dos Enfermeiros e da Enfermagem, e vi algo que há muito não via… assertividade, objectividade através da simplicidade… mais importante que isso… em cerca de 13 minutos vi o que não via há pelo menos 4 anos… esperança!

Claro que haveria muito mais para falar… mas vale a pena pensar… 13 minutos dariam para mais ? Saudações a todos…

Gostar
Seguir
google

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo