Muitas horas de trabalho associadas a hipertensão mascarada

385687
0 87

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Um novo estudo sugere que muitas horas de trabalho podem constituir um factor de risco independente para a hipertensão mascarada e para a hipertensão sustentada.

O estudo, publicado no jornal Hypertension , recrutou 3.547 funcionários administrativos em três instituições públicas no Canadá. Estas instituições geralmente prestam serviços de seguros à população geral.

Em geral, cerca de 13% dos participantes tinham hipertensão mascarada, enquanto 19% dos trabalhadores tinham hipertensão sustentada.

Os autores relataram que, comparativamente aos colegas que trabalhavam menos de 35 horas por semana, trabalhar 49 ou mais horas por semana foi associado a uma probabilidade 70% maior de ter hipertensão mascarada e a uma probabilidade 66% maior de ter hipertensão sustentada. Trabalhar entre 41 e 48 horas por semana também foi associado a uma maior probabilidade de ter hipertensão mascarada e a uma maior probabilidade de ter hipertensão sustentada.

“Sob uma perspectiva clínica, a avaliação de muitas horas de trabalho pode ser útil para a identificação precoce de trabalhadores em risco que possam beneficiar da monitorização da TA em ambulatório”, escreveram os autores.

“O aumento da consciencialização clínica sobre o efeito adverso de muitas horas de trabalho poderia, portanto, contribuir para melhorar a prevenção e a gestão da hipertensão, tanto a nível individual, como a nível da população”, acrescentaram.

Referências

Trudel X, Brisson C, Gilbert-Ouimet M, Vézina M, Talbot D, Milot A. Long Working Hours and the Prevalence of Masked and Sustained Hypertension . Hypertension. Published online 19 December 2019. DOI:10.1161/HYPERTENSIONAHA.119.12926
Gostaste deste artigo? Divulga-nos junto dos teus amigos e colegas!

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Loading
Share This Article:

close