COVID-19: DGS admite testes em massa se mercado permitir e houver evidência científica

0 5

A hipótese de uma mudança de estratégia, passando para testes em massa na população, como praticado noutros países, foi hoje admitida pela diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, em conferência de imprensa em Lisboa, na qual disse que as autoridades têm essa estratégia “em mente”.

No entanto, ressalvou que é preciso ter em conta as condições de mercado, percebendo se há os materiais necessários disponíveis para alargar os testes de forma generalizada, e se aquilo que se está a aprender com outros países aconselha a essa prática. 

Recomendações da DGS

A DGS acompanha a situação da expansão do novo coronavírus e recomenda:

  • Em Portugal, caso apresente sintomas de doença respiratória e tenha viajado de uma área afetada pelo novo coronavírus, as autoridades aconselham a que contacte a Saúde 24 (808 24 24 24). Caso se dirija a uma unidade de saúde deve informar de imediato o segurança ou o administrativo.
  • Evitar o contacto próximo com pessoas que sofram de infeções respiratórias agudas; evitar o contacto próximo com quem tem febre ou tosse;
  • Lavar frequentemente as mãos, especialmente após contacto direto com pessoas doentes, com detergente, sabão ou soluções à base de álcool;
  • Lavar as mãos sempre que se assoar, espirrar ou tossir;
  • Evitar o contacto direito com animais vivos em mercados de áreas afetadas por surtos;
  • Adotar medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e boca quando espirrar ou tossir (com lenço de papel ou com o braço, nunca com as mãos; deitar o lenço de papel no lixo);
  • Evitar o consumo de produtos de animais crus, sobretudo carne e ovos;
  • Seguir as recomendações das autoridades de saúde do país onde se encontra.
Ler  Hospital de Portalegre suspende colonoscopias e endoscopias

Para já, frisou Graça Freitas, a prioridade mantém-se nas pessoas sintomáticas.

“Sempre fará o teste aquele que mais necessite. Se pudermos alargar, alargaremos”, desde que haja evidências de que uma triagem mais alargada tenha resultados.

Suspeitos passam a ser seguidos em casa

A diretora-geral da Saúde anunciou hoje que Portugal vai passar para um novo modelo de atendimento no surto de Covid-19, com quem apresentar sintomas ligeiros ou moderados a ser seguido em casa.

Graça Freitas explicou em conferência de imprensa, em Lisboa, que a maior parte das pessoas deve ligar para a linha SNS 24 (808 24 24 24) e assim ser seguida no seu domicílio.

Concretamente, a diretora-geral da Saúde explicou que os doentes serão acompanhados pelos seus médicos de família, enfermeiros ou outros profissionais de saúde.

A diretora-geral da Saúde referiu que dos 785 doentes com Covid-19 em Portugal, 89 estão internados, ou seja, 15%.

Acompanhe aqui, ao minuto, todas as informações sobre o novo coronavírus em Portugal e no mundo

Coronavírus: qual a origem?

Fonte: Lifestyle Sapo

vote
Article Rating
Looks like you have blocked notifications!
Queres receber as nossas notificações?
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x
error: Alert: Content is protected !!
Partilha isto com um amigo