COVID-19: Sindicato quer conhecer condições dos enfermeiros em Reguengos de Monsaraz

0 6

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Segundo o sindicalista, o SEP enviou para a ARS do Alentejo perguntas, por escrito, no passado dia 06 de julho, sobre as condições de trabalho dos enfermeiros deslocados em Reguengos de Monsaraz.

“Pedimos um esclarecimento urgente porque é compreensível que os enfermeiros queiram saber em que condições é que estão a ser deslocados e a exercer o seu trabalho em Reguengos de Monsaraz”, sublinhou, na sequência de um comunicado divulgado hoje pelo SEP.

O dirigente do SEP indicou que o sindicato ainda não recebeu as respostas às perguntas feitas à ARS do Alentejo, considerando que “não é correto” a demora da resposta ou a falta de informação.

“Não vemos qual é a necessidade de não nos responderem, porque, ao não nos responderem, gera-se dúvida e a inquietação nos profissionais é compreensível”, acrescentou.

No documento enviado à ARS do Alentejo, o SEP também questiona se o lar da FMIVPS tinha plano de contingência e até quando se prevê a deslocação de enfermeiros para Reguengos de Monsaraz.

Portugal contabiliza pelo menos 1.662 mortos associados à covid-19 em 46.818 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Fonte: Lifestyle Sapo

Gostaste deste artigo? Divulga-nos junto dos teus amigos e colegas!

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo