“O Diabo chegou”: Médico avisa para nova variante da Covid-19 que estudos mostram ser mais mortal e resistente à vacina

1 min de leitura

Uma nova variante do novo coronavírus, identificada na Califórnia, EUA, transmite-se mais rapidamente, é mais provável de causar doença grave ou morte e é resistente às vacinas assim como aos anticorpos desenvolvidos por quem já esteve infetado com outras variantes, alerta um epidemiologista norte-americano ao LA Times.

O especialista Dr. Eric Feigl-Ding, cita estudos da Universidade da Califórnia, em São Francisco, que mostram que as várias mutações detetadas nesta variante tornam-na “numa preocupação”, quase tão perigosa quanto as variantes sul-africana, brasileira ou do Reino Unido.

“Muitos pensam que com os casos a cair, a pandemia está à beira do fim. Mas na verdade o que temos é duas pandemias da Covid-19 a divergir. A variante original está a perder força, enquanto a variante #B117 está a tornar-se a dominante. EM breve vamos ser arrasados”, alerta o médico.

Os estudos citados pelo epidemiologista mostram que, na Califórnia, amostras recolhidas entre setembro de 2020 e janeiro de 2021 provam que a nova variante é entre 19% e 24% mais transmissível.

O Dr. Charles Chiu, outros dos especialistas ouvidos pelo LA Times, vai mais longe e diz que esta nova variante californiana, chamada B.1.427/B.1.429 pelos investigadores, será responsável por 90% dos casos de infeção naquele estado norte-americano até final de março. “O Diabo já chegou. Gostava que fosse diferente, mas ciência é ciência”, afirma o clínico.

Os investigadores que, com o Dr. Chiu, estudam esta nova variante estimam que os casos desta nova estirpe dupliquem a cada 18 dias e alertam que há perigo de esta, num caso de infeção por duas estirpes, se combine com a variante do reino Unido para criar uma forma híbrida super-resistente da Covid-19.

Também o Dr. Anthony Fauci, especialista em doenças infecciosas e conselheiro do presidente norte-americano Joe Biden, avança que deverá existir um caso de “sobrevivência do mais forte” entre as variantes britânica e californiana do coronavírus, que poderá ditar a evolução de uma variante resistentes às vacinas já no mercado.

Fonte : Correio da Manhã

Assina as nossas notificações e fica actualizado

Segue-nos:

Este artigo foi útil? 

	

 

Looks like you have blocked notifications!
Queres receber as nossas notificações?
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

error: Alert: Content is protected !!
Partilha isto com um amigo