Epidemia de Sida é menor do que se previa, dizem especialistas

0 10

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Um estudo publicado esta terça-feira revela que foram salvas milhões de vidas graças aos medicamentos antirretrovirais e que a epidemia de Sida é hoje menor do que se temia há alguns anos, avança o SAPO Saúde, citando a AFP.

Publicado na revista médica britânica The Lancet, o estudo realizado por investigadores da Universidade de Washington foi apresentado na conferência internacional sobre a Sida, organizada esta semana em Melbourne, na Austrália.

Segundo a revista, trata-se do “estudo mais completo” realizado até o momento “sobre os objetivos do milénio para o desenvolvimento” envolvendo a luta contra a Sida, a malária e a tuberculose.

O documento revela que o número de novos casos de infecção pelo vírus VIH está a cair em todo o mundo, depois do pico de 2,8 milhões de casos por ano registado em 1997. Actualmente, registam-se cerca de 1,8 milhões de novas infecções pelo VIH por ano.

Segundo dados revelados neste estudo, existiam 29 milhões de pessoas infectadas pelo vírus em 2012.

O pico da epidemia de Sida ocorreu em 2005, quando o VIH matou 1,7 milhão de pessoas. Desde então, o número anual de óbitos caiu e em 2013 foi de 1,3 milhão, contra a estimativa de 1,5 milhão feita pela ONUSIDA para esse ano.

Actualmente, há 29,2 milhões de portadores de VIH no planeta, segundo o relatório, abaixo dos 35 milhões previstos.

“A nossa análise permite deduzir que a epidemia de Sida é menor do que estimado pela ONUSIDA”, o organismo da ONU que coordena a luta contra o VIH, destaca o estudo dirigido por Christopher Murray, da Universidade de Washington.

Os antirretrovirais que permitem combater eficazmente o VIH até torná-lo indetectável no sangue não oferecem uma cura completa, mas permitem prolongar a vida das pessoas infectadas. No caso de mulheres grávidas, o tratamento permite evitar a transmissão do vírus para o bebé, por exemplo.

O estudo estima que a epidemia de Sida na América Latina e na Europa Oriental é menos importante do que se acreditava, mas nas Filipinas, a situação é pior.

“O investimento global nos tratamentos anti-VIH permite salvar vidas a um ritmo elevado”, destaca Murray, citado pela AFP, que no entanto frisa que a eficácia dos tratamentos varia de país para país.

A conferência organizada em Melbourne pela Sociedade Internacional da Sida reúne 12 mil pesquisadores, especialistas e militantes, até 25 de Julho.

Fonte: SAPO Saúde com AFP
http://saude.sapo.pt/noticias/saude-medicina/a-epidemia-de-sida-e-menor-…

Gostar
Seguir
google

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo