Saúde e bem-estar

Estudo revela que unidades de internamento são ainda insuficientes

A Secção Regional do Sul da Ordem dos Enfermeiros (SRSOE) lançou no dia 24 de Novembro um estudo sobre a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) que presta cuidados personalizados às pessoas que se encontrem em situação de dependência. O objectivo foi caracterizar as Unidades de Internamento da RNCCI, que integram a área de abrangência da SRSOE, assim como traçar linhas orientadores para a organização nas respostas locais, reforçando o papel desempenhado pelas equipas, nomeadamente as de âmbito domiciliário (Cuidados de Saúde Primários) e uma mudança de paradigma nos cuidados prestados nos Hospitais. Permitiu igualmente descrever as equipas de enfermagem quanto à sua composição e formação. Distinguir as pessoas internadas identificando nível de dependência, polipatologias e actividades diárias em que são mais dependentes.
Das 117 Unidades de Internamento, responderam 44, sendo possível verificar que o número de lugares nas equipas e de camas em unidades de internamento é ainda insuficiente. Esta lacuna de camas tem ainda um maior peso ao acrescentarmos factores como o envelhecimento demográfico, o crescente número de pessoas com doença crónica/patologias incapacitantes e o aumento da esperança média de vida.

Considerando os dados reportados, na região Sul existe um número deficitário de 659 enfermeiros. Se extrapolarmos este dado para todo o universo da SRSOE, faltam 1779 Enfermeiros nas unidades de internamento da RNCCI, para o funcionamento com segurança dos cuidados prestados. Evidente fica também a carência de enfermeiros especialistas nestas unidades, o que ainda agrava mais a capacidade de resposta destas unidades. Com mais enfermeiros em cada unidade será possível desenvolver projectos na capacitação de cuidadores para uma melhor preparação da alta e assim evitar reinternamentos, agudizações das doenças crónicas e também a manutenção da autonomia ganha pelas pessoas nestas unidades.

 

A Taxa de ocupação média nas Unidades de Convalescença (até 30 dias) é de 97,35% nas unidades de Longa Duração (até 120 dias) é de 97,52% sendo estas as mais elevadas o que indica a carência de vagas para as necessidades. Na RNCCI da região Sul verifica-se a existência de 2749 lugares de internamento, sendo que 9% são de cuidados paliativos,13% de convalescença, 27% de média duração e reabilitação (até 60 dias) e 50% de longa duração e manutenção.

 

A população estudada é envelhecida, composta por 58% de pessoas incapazes de realizar as actividades de vida diárias e por 40% de pessoas dependentes para as actividades de vida diárias, o que significa uma enorme necessidade em cuidados de enfermagem, necessidades esta ainda associada a situações clínicas complexas com 40% das pessoas com polipatologia.

 

Por outro lado, a alocação geográfica das diferentes respostas e tipologias da Rede, criou um modelos não uniforme no seu crescimento, produzindo-se assimetrias regionais e desigualdades no acesso das pessoas, em especial em número de camas de unidades de internamento. Para a evolução do modelo de prestação de cuidados à população após a alta das pessoas da RNCCI, deve ser ponderada uma reorganização das estruturas sociais, que permita uma resposta em função dos diferentes tipos de necessidades/dependências com o objectivo de optimizar os recursos disponíveis.

 

O aumento da resposta em mais lugares disponíveis em unidades de internamento traduzir-se-ia não só numa distribuição regionalmente mais próxima, mas também numa maior satisfação das necessidades das pessoas, evitando deslocações para áreas afastadas dos seus familiares. Associado ao aumento dos lugares deverá ser feito um reforço efectivo com enfermeiros de cuidados gerais e enfermeiros especialistas. Esta medida permitirá uma melhor resposta aos objectivos traçados no plano individual de intervenção levando a um menor número de dias de internamento.

 

Este reforço de recursos humanos permitirá também o desenvolvimento de projectos na capacitação de cuidadores para uma melhor preparação da alta e assim evitar reinternamentos, agudizações das doenças crónicas e também perdas de capacidades/autonomia das pessoas com alta destas unidades.

 

Fonte: RcmPharma

Looks like you have blocked notifications!
Pub

Portalenf Comunidade de Saúde

Artigos e Notícias de Saúde e de Enfermagem

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Permainan judi slot online terbaik

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.
Partilha isto com um amigo
pasaran togel