Semiologia Médica: Alguns Sinais e seus Significados

Doctor examining child
0 2.969

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Semiologia ou Propedêutica é área da medicina relacionada ao estudo dos sinais e sintomas das doenças humanas e animais. Vem do grego σημειολογία (semeîon, sinal + lógos, tratado, estudo). A semiologia é muito importante para o diagnóstico da maioria das enfermidades.

Sinal vem do latim “signalis”, que significa manifestação, indício ou vestígio. Os sinais são manifestações clínicas visíveis e perceptíveis pelo profissional, através de seus sentidos naturais.

Veja aqui alguns dos sinais da Semiologia médica

Sinal de Giordano 

É pesquisado durante o exame físico através da Manobra de Giordano. A manobra é realizada com o paciente sentado e inclinado para frente. Consiste na súbita percussão, com a borda ulnar da mão, na região lombar do paciente, mais especificamente, na altura da loja renal. Se a manobra evidenciar sinal de dor no paciente, o sinal de Giordano é positivo, o que indica grande probabilidade doença renal.

Sinal de Jobert

Refere-se ao desaparecimento da macicez e aparecimento de hipertimpanismo na região hepática, encontrado nos pneumoperitoneus (perfuração de víscera oca).

Sinal de Rovsing

É um sinal médico de apendicite. Se a palpação do quadrante inferior esquerdo do abdômen do paciente resultar em dor no quadrante inferior direito, diz-se que o paciente é positivo para o sinal de Rovsing.Essa palpação é realizada procurando-se “ordenhar” o intestino grosso, a partir do sigmóide, retrogradamente, em direção ao cólon descendente, transverso e finalmente ascendente, onde o acúmulo de gases e/ou fezes gera a dor pois é aí que se encontra o apêndice.

Qual a técnica semiológica??
Com o paciente em decúbito dorsal, é realizada uma compressão no ponto de McBurney, seguida de uma descompressão súbita, que será referida pelo paciente como dor ou piora da dor quando o sinal estiver presente.

Sinal de Blumberg

Definição: Dor ou piora da dor à compressão e descompressão súbita do ponto de McBurney. Importante notar que o verdadeiro sinal de Blumberg positivo ocorre somente quando a dor ocorre em dois tempos:
(1)durante a compressão e;
(2)na descompressão, sendo nesta de muito maior intensidade.

Somente a descompressão dolorosa – dor em um tempo – não caracterizaria o sinal.

À palpação abdominal, observa-se contração voluntária da parede abdominal como um todo, com dor principalmente a descompressão brusca da fossa ilíaca direita (FID), caracterizando sinal de Blumberg positivo, típico da apendicite aguda.

Ponto de McBurney:

Também chamado de ponto apendicular. É traçado uma linha que liga a cicatriz umbilical com a espinha ilíaca ântero-superior. Divide-se esta linha em 3 partes, sendo o ponto referido o local que corresponde ao encontro do terço médio com o terço distal da linha.

Qual seu significado??
O sinal de Blumberg é um dos sinais clássicos da Medicina, e sua presença representa Inflamação peritoneal, e é muito sugestivo do diagnóstico de Apendicite, apesar de não ser patognomônico desta condição.

Sinal do psoas

sinal do psoas é indicativo de irritação do músculo psoas, sendo um dos sinais de apendicite aguda.
Paciente colocado em decúbito lateral esquerdo, com a coxa direita fletida, refere dor em quadrante inferior direito do abdomen quando a mesma é estendida.

Ponto de McBurne
É um ponto situado entre o umbigo e a espinha ilíaca ântero-superior. Quando o apêndice está inflamado(apendicite), pode ser percebida uma sensibilidade no quadrante inferior direito, no ponto de McBurney.

No caso de inflamação do órgão, quase sempre é indicada uma apendicectomia. Isso porque o apêndice é um órgão vestigial (portanto sem utilidade, embora algum estudo mostre funções especificas para ela), podendo ser removido sem maiores prejuízos. Sua localização (quanto à primeira porção do intestino grosso) pode ser pré-cecal, paracecal ou retrocecal.

O procedimento de acesso, além da clássica incisão no ponto de McBurney em diagonal seguindo o trajeto muscular, ou na horizontal seguindo as linhas de força da pele (incisão de Rookie-Davis), pode também ser executado por laparotomia, principalmente quando se suspeita de problemas em órgãos próximos.

O apêndice vermiforme é irrigado pela artéria apendicular(que deriva na maioria das vezes da artéria ileocólica), a qual precisa ser ligada na cirurgia.com o paciente em decúbito dorsal,o examinador flexiona a coxa direita do paciente com o joelho fletido e rota o membro inferior externa e internamente,sendo positivo quando ocorrer dor hipogástrica durante a manobra.

A flexão da coxa é essencial para obter-se o relaxamento do músculo psoas direito.

Sinal do piparote ou Sinal de onda líquida

É um sinal médico indicativo de ascite. Um impulso percebido através da transmissão pelo líquido acumulado, através de uma percussão em um dos flancos. Para realizar o procedimento pede-se para o paciente (ou outra pessoa) colocar a mão na linha mediana do abdômen (apoiar com certa firmeza – não apoiando a palma, mas sim a lateral da mão esticada na linha médiana) e então se realiza a percussão em um dos lados do abdômen. Observa-se se há transmissão de onda de líquido para o lado oposto do abdômen. Caso haja proseguimento da onda para o lado oposto do abdômen o sinal é considerado positivo.

Sinal de Grey-Turner

Refere a equimoses nos flancos. Este sinal leva 24-48 horas para aparecer e prediz um ataque severo de pancreatite aguda, com taxa de mortalidade crescendo de 8-10% para 40%. Pode ser acompanhado pelo sinal de Cullen.Está também associado a pancreatites necrohemorrágicas.O sinal recebe o nome em homenagem ao cirurgião britânico Dr. George Grey Turner.

Sinal de Cullen

É um sinal médico que é caracterizado equimoses azuis-pretas na região periumbilical devido à hemorragia retroperitoneal, associada principalmente à ruptura de gravidez ectópica, mas também eventualmente presente na pancreatite aguda.Na pancreatite aguda, este sinal leva 24-48 horas para aparecer e prediz um ataque severo da inflamação, com taxa de mortalidade crescendo de 8-10% para 40%. Pode ser acompanhado pelo Sinal de Grey-Turner (equimoses nos flancos).O sinal foi descrito pelo obstetra Dr. Thomas. S. Cullen (1869-1953) em 1916.

Fonte wikipedia

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina aqui a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo