GREVE CIRÚRGICA DOS ENFERMEIROS PORTUGUESES FAZ CAIR MÁSCARAS

0 2.280

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

À medida que se vão passando os dias da GREVE CIRÚRGICA, temos visto as mais insuspeitas individualidades a ficar sem máscaras. São inúmeras individualidades, respeitadas, como é evidente, que estão a ficar sem máscara, a mostrar a falta de preparação para comentar e discutir esta GREVE em geral e, particularmente, a real situação do SNS e dos ENFERMEIROS PORTUGUESES.

Já me referi em crónicas anteriores ao descalabro das declarações e impreparação demonstrada do Sr. Presidente da Associação de Administradores Hospitalares Dr. Alexandre Lourenço, que rapidamente se esfumou do mediatismo bacoco e fútil onde quis/tentou entrar. Pelo mesmo caminho, erróneo e errático, vai o Sr. Bastonário da Ordem dos Médicos, Dr. Miguel Guimarães, classe prestigiada e também vítima do desinvestimento e abandono do SNS. Desde a tentativa de aproveitamento das declarações em que os Médicos poderiam operar nos blocos operatórios sem Enfermeiros, nitidamente uma casca de banana, em que caiu e se levantou algo combalido, tem deixado uma imagem de oportunista, perante a situação.

Hoje vem Sua excelência o Presidente da República, Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, tipo flash ou selfie, falar nos Enfermeiros, mas que até agora, lhe faltou tempo para os receber em audiência, há muito tempo solicitada por estes profissionais. Deve andar abalado com a questão do GES da Sua namorada. Oh Sr. Presidente da República, Prof. Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, só agora se lembrou dos Enfermeiros? Mas sabe Va. Exa., agora é um pouco tarde, não acha? Tanto cinismo!

Depois, desde o fins-de-semana, contemplamos um desfilar pelos ecrãs das televisões, principalmente da SIC, alguns comentadores, a pavonearem-se, em que, por ignorância, distração, indicações do poder vigente, ou por influência do Dr. Ricardo Costa-Director de Informação da SIC e irmão do Sr. Primeiro Ministro, disseram barbaridades, descontextualizadas e mostrando uma verdadeira ignorância sobre a situação dos ENFERMEIROS PORTUGUESES, suas reivindicações, situações de trabalho, carências dos serviços do SNS, remunerações e carreira. E foram várias as personagens desenquadradas com a realidade: Dr. Marques Mendes, Jornalista Manuela Moura Guedes, Jornalista e escritor Miguel Sousa Tavares. Valeu a lucidez do Jornalista Rodrigo Guedes de Carvalho.

Hoje no parlamento, no debate quinzenal, durante a tarde, era bem visível o desconforto do Sr. Primeiro-Ministro Dr. António Costa, perante as perguntas acutilantes da oposição, quer da direita, quer mesmo dos parceiros da sua geringonça, Bloco de Esquerda e do PCP.

Mas uma insuspeitável máscara também caiu, e que me causou muita surpresa, foi a do Dr. Rui Rio, ao pedir para que os Enfermeiros “metam a mão na consciência”!!!!! Óh Dr. Rui Rio, também já tínhamos percebido a sua intenção de afundar o SNS, mas agora ficou mais claro, quando diz que o Governo deve recorrer aos privados e ao sector social, para resolver as questões das cirurgias adiadas. Se me permite, peço-lhe que se informe adequadamente, não fale de improviso do que não sabe ou conhece, e repare, isto não são números, são pessoas. Sinceramente Sr. Dr. Rui Rio, o senhor não é líder da oposição, é mais líder da decomposição!

Percebemos todos, o Vosso esforço para tentarem inverter o seguimento das coisas. Desvirtuar e enganar a Sociedade. Tentar desacreditar os ENFERMEIROS PORTUGUESES, com mentiras junto da População. Mas nós prosseguimos a nossa reivindicação e a nossa luta, pela verdade, com frontalidade, com respeito por nós, pelo SNS e pela População a quem servimos ao longo de todo o ciclo vital, seja no Natal, Carnaval ou Páscoa. Estamos com os nossos doentes 24 sob 24 horas, em qualquer circunstância ou estadio de doença, que vos flagele

Hoje e mais uma vez, com serenidade e chamando as coisas pelos nomes, na TSF, a Srª. Bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Enfª. Ana Rita Cavaco, denunciou e clarificou a estratégia que directores de serviços, médicos-cirurgiões, Bastonário da Ordem dos Médicos, poder político e Srª. Ministra da Saúde, estão a pretender fazer. Deixo aqui o link para o ouvirem.

https://www.facebook.com/groups/329188577146725/?multi_permalinks=2160244777374420&comment_id=2160263550705876&notif_id=1544554268453042&notif_t=feedback_reaction_generic

Com estas atitudes, falta de diálogo, surdez absoluta do Governo, só levam a que os ENFERMEIROS PORTUGUESES continuem numa reivindicação objectiva, estruturada e pública. E por isso, desencadearam-se já os mecanismos com vista a uma “GREVE CIRÚRGICA 2”. A angariação de fundos já começou.

Um obrigado muito especial aos Colegas ENFERMEIROS dos Blocos Operatórios, pela coragem, afirmação e luta pela Classe de Enfermagem. Estão estes Colegas a escrever uma nova página na mui nobre e ilustre história da ENFERMAGEM PORTUGUESA. Obrigado!

JUNTOS SOMOS MAIS FORTE! Assim o queiramos e saibamos sê-lo.

Humberto Domingues

Enf. Espec. Saúde Comunitária

2018.12.11 – 22h30

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina aqui a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina aqui a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

close-link
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo