DPOC: novas diretrizes europeias e norte-americanas no tratamento de exacerbações

0 455

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

A Sociedade Respiratória Europeia (European Respiratory Society, ERS) e a Sociedade Torácica Americana (American Thoracic Society, ATS) colaboraram para produzir um novo conjunto de diretrizes no tratamento de exacerbações da DPOC .

Uma força-tarefa conjunta composta por ambas as organizações produziu recomendações sobre a terapia com corticosteroides, antibioticoterapia, ventilação mecânica não invasiva, tratamento domiciliar e reabilitação pulmonar precoce em pacientes com exacerbação aguda da DPOC (acute exacerbation of COPD, AECOPD).

As diretrizes da ERS/ATS estabelecem que um curso geral de corticosteroides orais até duas semanas com ou sem antibióticos pode ser usado para tratar a AECOPD em pacientes ambulatoriais. É aconselhada uma abordagem doméstica para pacientes que comparecem ao pronto-socorro ou hospital com AECOPD.

Em pacientes hospitalizados com AECOPD, corticosteroides orais ao invés de IV são preferidos quando o acesso e a função gastrointestinal estão intactos. No caso de pacientes hospitalizados com insuficiência respiratória com hipercapnia aguda ou crônica agudizada, recomenda-se a ventilação mecânica não invasiva.

As diretrizes estabelecem que a reabilitação pulmonar deve ser iniciada em até três semanas após a alta hospitalar, mas não durante a permanência hospitalar.

Embora as diretrizes para o tratamento da AECOPD tenham sido desenvolvidas por outras organizações, a ERS e ATS afirmam que as novas recomendações abordam questões específicas que não são respondidas pelas diretrizes existentes.

Fonte: Univadis

Gostar
Seguir
google

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina a nossa Newsletter e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo