SPMS e Ordem dos Enfermeiros desenvolvem iniciativas para aplicação da CIPE® nos Sistemas de Informação

0 315

A Ordem dos Enfermeiros (OE) e a SPMS, EPE. estão a desenvolver um conjunto de iniciativas com o objetivo de estabelecer um modelo de governação dos sistemas de informação, introduzindo as necessárias normas e procedimentos que culminem em sistemas de informação baseados em modelos dedutivos e na aplicação da mais recente versão da Classificação Internacional da Prática de Enfermagem (CIPE®), por todos os sistemas de informação em Enfermagem, em todo o Sistema de Saúde em Portugal.

Os serviços de saúde são responsáveis por gerar uma enorme e complexa quantidade de informação e os serviços de Enfermagem não são exceção. No entanto, a variedade de fontes de informação e os diferentes formatos que assumem têm criado constrangimentos ao nível da interoperabilidade entre os mais variados sistemas de informação de saúde nacionais. É inegável a importância das tecnologias de informação na definição de sistemas de apoio à decisão clínica, capazes de reduzir a incerteza durante o processo de tomada de decisão e, ainda, obter indicadores que traduzam ganhos em saúde sensíveis aos cuidados de Enfermagem.

Com orçamentos reduzidos, e com escassez crónica de profissionais de saúde torna-se, cada vez mais, premente assegurar uma clara interpretação de problemas em saúde, diagnósticos e necessidades do cidadão para que exista o garante da qualidade, segurança e continuidade dos cuidados. Porém, grande parte da informação produzida é redundante, ou não está devidamente estruturada, resultando num grande desafio, para as instituições de saúde, a integração destes diferentes tipos de informação.

É emergente que o profissional de saúde atue e documente da mesma forma, em qualquer ponto do país. Esta realidade torna imperiosa a utilização de uma ontologia e estratégia facilitadoras da interoperabilidade entre os diversos sistemas de informação e grupos profissionais.

Pela proximidade ao cidadão e pela transversalidade de atuação que os enfermeiros têm no continuum de cuidados de saúde torna-se evidente a premissa de garantir a adoção de sistemas de informação que usem a CIPE ®.

A Ordem dos Enfermeiros pretende que os sistemas de informação garantam ganhos em saúde através da definição e produção, automática, de indicadores fiáveis, consistentes e comparáveis, relacionados com o exercício profissional dos enfermeiros. Os responsáveis pela interoperabilidade semântica, dedução dos diagnósticos, objetivos e intervenções de Enfermagem são os sistemas de informação com recurso a modelos uniformizados e de simples utilização. Tendo por base este desígnio, entendemos que a informação deve ser sistematizada e estruturada, em modelos clínicos de dados, baseados em arquétipos e, desta forma, melhorar a capacidade de atuação dos enfermeiros, contribuindo para a valorização da profissão.

Fonte SPMS

O melhor da PortalEnf...

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Segue-nos nas redes sociais!

Partilha isto com um amigo