Descobertas 8.000 novas combinações de antibióticos eficazes

0 78

Uma equipa de investigadores descobriu milhares de combinações de quatro ou cinco antibióticos que se revelaram eficazes na exterminação de bactérias.

Num estudo conduzido por investigadores da Universidade da Califórnia em Los Angeles, EUA, a nova abordagem vai contra teoria existente que prevê que a combinação de dois ou mais fármacos surtiria resultados demasiado irrelevantes ou que as interações entre os fármacos fariam anular os benefícios de cada fármaco.

Os investigadores trabalharam com oito antibióticos, tendo analisado o efeito de todas as combinações possíveis com quatro e cinco fármacos, incluindo múltiplas dosagens. No total, foram feitas 18.278 combinações que funcionaram contra a bactéria E. coli. e a equipa ficou espantada com o número de combinações potentes que descobriram.

Com as combinações de quatro fármacos, 1.676 grupos revelaram um desempenho melhor do que o esperado. Entre as combinações de cinco fármacos, a equipa apurou 6.443 grupos mais eficazes do que o esperado. Por outro lado, as restantes 2.331 combinações de quatro fármacos e 5.199 de cinco fármacos revelaram-se menos eficazes do que se esperava.

“Fiquei admiradíssimo com as combinações eficazes que existem à medida que aumentamos o número de fármacos”, comentou Robert Savage, coautor sénior do estudo. “As pessoas poderão pensar que sabem como as combinações farmacológicas vão interagir, mas na verdade não”, acrescentou.

Algumas das combinações farmacológicas foram eficazes em parte devido ao facto de cada fármaco individual usar diferentes mecanismos de atuação sobre a E. coli. Os oito fármacos testados atuam de seis formas diferentes.

“Uns fármacos atacam as paredes das células e outros atacam o ADN no interior”, disse Robert Savage. “É como atacar um castelo ou uma fortaleza. Combinar diferentes métodos de ataque poderá ser mais eficaz do que apenas uma abordagem”.

Os investigadores estão a criar um software de acesso livre baseado neste trabalho para permitir a outros investigadores testarem também as diferentes combinações de antibióticos.

Fonte: Univadis

O melhor da PortalEnf no teu Email...

Assina aqui a nossa Newsletter e recebe todas as novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinar. Vais receber um mail... verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
Share This Article:

close

Partilha isto com um amigo