Antibióticos debilitam organismo no combate às doenças

0 192

Um novo estudo demonstrou que o uso exagerado de antibióticos promove a redução de uma variedade de micróbios nos intestinos que interfere com a capacidade dos neutrófilos, um tipo de célula imunitária, de combater as doenças.

Conduzido por uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade da Virginia, EUA, o estudo teve como base tentar perceber o papel desempenhado pelo microbioma intestinal numa infeção parasitária potencialmente fatal e que é comum nos países em desenvolvimento, a amebic colitis.

Para o estudo, os investigadores recolheram e analisaram amostras fecais de crianças residentes nos bairros de lata de Dhaka, no Bangladesh.

Foi verificado que as crianças com infeções mais graves apresentavam uma menor diversidade microbiana intestinal. Os investigadores lembraram que o uso de antibióticos está generalizado nos países subdesenvolvidos e em desenvolvimento, sendo que há crianças que aos dois anos de idade já terão tomado mais de 20 antibióticos.

Posteriormente, os investigadores conduziram ensaios clínicos em ratinhos para perceber de que forma é que o decréscimo no microbioma intestinal fazia piorar a doença.

Patrocinado

Foi observado que os antibióticos interferem com o microbioma intestinal, fazendo diminuir a atividade dos neutrófilos, impedindo esto tipo de glóbulo branco de dar resposta quando necessário. Isto fez com que os intestinos ficassem desprotegidos, ou seja, os “guardas” não respondiam quando chamados para combater os invasores.

Adicionalmente, a barreira intestinal que protege contra as doenças ficou afetada, o que causou a redução de uma proteína celular que é vital para a eficácia daquela barreira.

“Os neutrófilos desempenham um papel importante como ‘resposta inata de primeira-linha’ quando os agentes patogénicos estranhos invadem”, disse Koji Watanabe que participou no estudo.

Perante os resultados, a equipa conclui que estes achados constituem mais uma importante razão para não usar antibióticos a não ser que sejam mesmo necessários.

0/5 (0 Reviews)
Fonte Univadis
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Loading...
error: Alert: Content is protected !!

Partilha isto com um amigo