Turno da noite pode ter consequências bem mais graves do que os sonos trocados

2 37.814
Tempo de leitura: 2 minutos

Bastam cinco anos em turnos noturnos rotativos para se verificar uma redução da esperança média de vida e um aumento do risco de morrer de acidente cardiovascular. E as mulheres são as mais afetadas

Um estudo recente publicado na revista científica American Journal of Preventive Medicine, chegou à conclusão que as mulheres que trabalham em turnos noturnos rotativos durante cinco anos ou mais experienciam não só uma redução da média de vida, como também aumentam o risco de morrer de acidente cardiovascular. O estudo salienta ainda que aquelas que trabalham 15 anos ou mais na mesma situação estão mais propensos a morrer de cancro de pulmão.

Os cientistas definiram como turno rotativo “trabalhar pelo menos três noites por mês, para além dos dias ou fins de tarde desse mesmo mês”.

Para a realização desta investigação a equipa monitorizou cerca de 75 mil mulheres enfermeiras nos Estados Unidos, a quem interrogaram sobre o número de anos que trabalharam nesse regime.

Das observações retiradas do estudo feito entre 1988 e 2010, a primeira nota é a de que cerca de 14.200 mulheres enfermeiras morreram nesses 22 anos analisados, o que representa 11% na redução do tempo médio de vida. O risco de morte por acidente cardiovascular era de 19% nas mulheres que fizeram esse turno entre seis a 14 anos; e a percentagem dos que trabalharam nesse regime durante 15 ou mais anos subiu para 23%. As mulheres que trabalharam em turno rotativo da madrugada durante mais de 15 anos tinham, por outro lado,  um risco em morrer por cancro de pulmão 25% superior.

Investigações anteriores já haviam feito a ligação entre os turnos da noite e o decréscimo na qualidade da saúde. A Organização Mundial de Saúde comparou em 2007 os turnos da noite aos riscos cancerígenos presentes no tabaco. Esta relação foi explicada pela associação deste trabalho ao aumento de problemas cerebrais e de coração.

Fonte : Visão

Looks like you have blocked notifications!
Queres receber as nossas notificações?
Assina a nossa Newsletter!

Assina e recebe as últimas novidades da PortalEnf!

Obrigado por assinares. Se não receberes o mail de confirmação verifica a caixa de Spam!

Something went wrong.

Deixe uma resposta
  1. carlos alberto da solva Diz


    Eu acho que realmente faz sentido esta pesquisa porem dis as escrituras sagradas que jesus morreu por nos ne então;;;Como seria se a saúde não tivesse estes sn ou s,noturno como fiaria as enfermarias ,os ctis ,emergências etc, então não tem jeito nos da saúde nem chegaremos aos peis do iluminados mas e a nossa sina e se preciso morreremos para o bem do próximo e com todo respeito a pesquisa ,vida que segue e deus proteja t0dos que se sacrificam no trabalho noturno tabem ganhamos para isto ,e vida que segue,

    1. Rejane Diz


      desculpe mais trabalhei 20a a noite tive que sair com laudo médico ..devido a problemas de saúde ..na minha opinião e só realizar um revezamento ..o funcionário não pode passar mais de 5anos nesse turno, pra tudo há uma solução !!!

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades e analisar o nosso tráfego. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. Aceitar Ler mais

error: Alert: Content is protected !!
Partilha isto com um amigo